15:14 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Área controlada pelo Estado Islâmico em Kobani, na Síria

    Ban Ki-Moon: crise síria é a pior desde a Segunda Guerra Mundial

    © AP Photo/ Jake Simkin
    Mundo
    URL curta
    0 39942

    O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, convocou o Conselho de Segurança das Nações Unidas a tomar medidas urgentes para ampliar a ajuda humanitária na crise síria, classificando-a como a mais grave desde a Segunda Guerra Mundial.

    "Como se pode ver, a Síria é o conflito de mais difícil resolução, onde há um perigo após o outro — utilização de armas químicas, crescimento do Estado Islâmico e outros grupos extremistas, sendo a pior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial causando o deslocamento de 8 milhões de pessoas no país. Precisamos tomar medidas urgentes para proteger os civis de violações em grande escala dos direitos humanos e do direito humanitário", disse Ki-moon, durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU.

    A Rússia vem apoiando o presidente sírio Bashar Assad desde o início da guerra civil que tomou conta do país em 2011 e que já levou, segundo estimativas da ONU, mais de 250 mil vidas. O governo sírio luta contra vários grupos rebeldes e organizações militares, incluindo a Frente al-Nusra e o grupo terrorista Estado Islâmico.

    Aviões das Forças Aeroespaciais russas iniciaram nesta quarta-feira, 30, a operação de ataques pontuais contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria.


    Mais:

    Rússia inicia ataques aéreos contra Estado Islâmico na Síria
    VÍDEO: reunião do Conselho de Segurança da ONU
    Secretário do parlamento sírio: crise na Síria chega ao fim graças à ajuda russa
    Donald Trump elogia liderança de Vladimir Putin e defende a Rússia na Síria
    Matviyenko: Força Aérea russa não ficará na Síria para sempre
    Tags:
    Síria, crise, Segunda Guerra Mundial, ONU, Ban Ki-moon, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik