17:11 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Park Geun-hye, presidente da Coreia do Sul.

    Coreia do Norte se irrita com discurso de presidente sul-coreana na ONU

    © AP Photo/ Mary Altaffer
    Mundo
    URL curta
    131406116

    As posições da presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, sobre a vizinha do Norte causaram irritação em Pyongyang. As autoridades norte-coreanas classificaram as afirmações como “irresponsáveis”, em retaliação, ameaçaram cancelar os encontros de familiares que estão dos dois lados da fronteira previstos para entre 20 e 26 de outubro.

    A chefe de Estado sul-coreana afirmou, em seu discurso na 70ª Assembleia Geral da ONU, que a Coreia do Norte “melhorasse seu histórico de direitos humanos” e criticou o programa nuclear do país vizinho.

    O Comitê do Norte para a Reunificação Pacífica da Coreia reagiu divulgando um comunicado afirmando que os comentários de Park eram “desprovidos de razão” e disse que o encontro das famílias separadas pela guerra de 1950 a 1953, mas que oficialmente nunca terminou por falta de um acordo de paz, poderia não acontecer.

    Pyongyang ainda afirmou que a presidente sul-coreana deveria pedir desculpas pela “calúnia imprudente”. O governo da Coreia do Norte ainda acrescentou que a não-retratação poderia causar um “infortúnio imprevisível”.

    Tags:
    famílias separadas, cancelamento, discurso, programa nuclear, ameaça, direitos humanos, Guerra da Coreia, Assembleia Geral da ONU, Nações Unidas, ONU, Park Geun-hye, Pyongyang, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik