17:12 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O presidente colombiano, Juan Manuel Santos

    Juan Manuel Santos acredita em solução final com as FARC

    © AP Photo/ J Pat Carter
    Mundo
    URL curta
    0 9001

    No segundo dia de debates da Assembleia Geral da ONU, o presidente da Colômbia Juan Manuel Santos afirmou que seu país está próximo de uma solução final com as FARC (Forças Revolucionárias da Colômbia).

    Santos disse que participava “mais otimista do que nunca” da Assembleia da ONU e que gostaria de falar para o mundo sobre a finalização do acordo com os militantes armados. “Hoje venho aqui para afirmar, perante o mundo, que, entre os mais de 20 conflitos armados em curso no mundo, que geram tanta dor, pobreza e sofrimento, há um, o do meu país, que está no caminho final de uma solução real”, disse, em seu discurso.

    Na semana passada, o governo colombiano e as FARC anunciaram um acordo de paz histórico, depois de quase três anos de negociações mediadas pelo governo de Cuba.

    “Firmamos um acordo sobre o que é mais difícil em qualquer processo de paz. Um sistema transitório de justiça que garante a não impunidade para os crimes mais graves cometidos durante o conflito”, afirmou o presidente colombiano. Santos disse ainda que os termos acordados respeitam a normalidade, os princípios do direito internacional e a Constituição da Colômbia.

    Segundo ele, “pela primeira vez, o direito das vítimas à justiça, à verdade, à reparação e a não repetição são colocados no centro da solução de um conflito armado”. O presidente da Colômbia destacou ainda que seu país termina um conflito que tem sido fator negativo do fenômeno do narcotráfico e disse acreditar que, uma vez baixadas as armas, a guerrilha se converterá em um aliado para combater o tráfico de drogas, informou Agência Brasil.

    Mais:

    ONU saúda acordo de paz da Colômbia com as FARC firmado em Havana
    Depondo as armas: FARC e governo da Colômbia assinam hoje acordo sobre justiça
    Tags:
    acordo de paz, ONU, FARC, Juan Manuel Santos, Colômbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik