03:11 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Curdos com bandeiras do PKK em Istambul, Turquia

    Curdos assumem responsabilidade pela morte de 75 soldados e policiais turcos

    © AP Photo/ Ibrahim Usta
    Mundo
    URL curta
    2619101

    Um total de 75 soldados e policiais turcos foram mortos no ataque a uma base militar na fronteira entre a Turquia e o Iraque, segundo anunciaram os militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), citados pela mídia local.

    "O PKK realizou durante as últimas horas várias operações contra as posições do exército e da polícia turca na área de Chernakh, perto da fronteira com o Iraque, o que resultou na morte de 75 soldados e policiais turcos", disse um porta-voz do braço armado do grupo político ao portal de notícias Iraqi News neste domingo (27).

    Ele acrescentou que os militantes tomaram armas e munições dos soldados turcos na operação, que teria sido executada em retaliação pelo "assassinato de combatentes do PKK durante os ataques turcos a suas posições".

    As tensões na Turquia se intensificaram no meio do ano, quando o país lançou uma campanha militar contra o PKK no norte do Iraque, depois que militantes assumiram a responsabilidade pelos assassinatos de vários policiais turcos, os quais foram acusados pelos curdos de serem aliados do grupo terrorista Estado Islâmico.

    O PKK, considerado uma organização terrorista por Ancara, começou sua insurgência separatista em 1984, procurando criar um Estado curdo em partes da Turquia e do Iraque.

    Os combatentes curdos do Iraque, também conhecidos como peshmerga, têm sido responsáveis por alguns dos maiores avanços no combate ao Estado Islâmico, fato lembrado nesta segunda-feira (28) pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante seu discurso na Assembleia Geral da ONU.

    Mais:

    Turquia confirma invasão no Norte do Iraque
    EUA: Estado Islâmico pode ter usado armas químicas contra forças curdas no Iraque
    Ataques da Turquia contra curdos podem gerar mais instabilidade
    Curdos recusam 7 mil peshmergas preparados pelos EUA
    Curdos contra-atacam Estado Islâmico em Kobane após massacre de 146 civis
    Tags:
    soldados, terroristas, terrorismo, base militar, ataque, ONU, Estado Islâmico, Partido dos Trabalhadores do Curdistão, PKK, Vladimir Putin, Turquia, Iraque, Região Autônoma do Curdistão, Curdistão iraquiano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik