18:28 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Bolívia Evo Morales, durante anúncio em que atende o relatório da ONU para a Bolívia e reduz o cultivo de coca de 23.000 hectares em 2013 para 20.400 em 2014

    Bolivianos irão às urnas para decidir sobre nova candidatura de Evo Morales

    Jose LIrauze/ ABI
    Mundo
    URL curta
    315903

    Os bolivianos decidirão em 21 de fevereiro de 2016 se Evo Morales poderá se candidatar a mais um mandato presidencial. O Congresso da Bolívia aprovou no sábado (26), com mais de dois terços dos votos, a realização de um referendo popular para decidir sobre a reforma constitucional que possibilitaria uma segunda reeleição.

    A sessão parlamentar durou quase 18 horas e contou com debates acalorados. Os parlamentares bolivianos discutiram a proposta de modificação da Carta Magna aprovada na terça-feira (22) por uma comissão da Assembleia Legislativa. A alteração permitirá uma segunda reeleição para os presidentes bolivianos, atualmente a lei prevê apenas uma.

    Evo Morales, de 55 anos, foi eleito pela primeira vez em 2005, sendo reeleito em 2009 e 2014. O mandato atual irá até 2020. Desde o ano da primeira reeleição, a Constituição boliviana limita em dois o número de mandatos presidenciais. Desta forma, o primeiro período do atual chefe de Estado da Bolívia no cargo não é contado. Agora, os bolivianos decidirão se ele segue governando o país.

    Tags:
    democracia, votação, reeleição, eleições, urnas, referendo, Constituição, Assembleia Legislativa, Evo Morales, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik