19:27 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    361
    Nos siga no

    Depois do encontro com o secretário de Estado americano, o chanceler russo Sergei Lavrov expressou a esperança de que amanhã os presidentes russo e americano poderão falar sinceramente e encontrar caminhos para seguir em frente.

    O chefe da diplomacia russa disse que as posturas da Rússia e os EUA são bastante parecidas porque "o único objetivo dos EUA é o combate ao terrorismo". 

    No entanto, o ministro das Relações Exteriores russo condenou as ações da coalizão liderada pelos EUA, que visa combater o agrupamento terrorista Estado Islâmico:

    “Segundo a nossa convicção, estas ações devem se basear firmemente na Carta das Nações Unidas, com o aval dos estados correspondentes e com o apoio do Conselho de Segurança da ONU. Os EUA consideram que a sua coalizão não precisa de tal aval da parte do Conselho de Segurança, o que é, do nosso ponto de vista, uma violação do direito internacional”, fez Sergei Lavrov o comentário divulgado pelo canal televisivo Rossiya 24.

    Os chanceleres também discutiram a crise ucraniana. Sergei Lavrov entregou a John Kerry o material em que são comparados os Acordos de Minsk e a sua realização. 

    Mais:

    Chanceleres da Rússia e EUA discutirão Síria e Ucrânia
    Iraque compartilha dados de inteligência sobre Estado Islâmico com Rússia, Irã e Síria
    Tags:
    relações internacionais, diplomacia, Estado Islâmico, Assembleia Geral da ONU, John Kerry, Sergei Lavrov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar