23:38 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Veículos de assalto anfíbios com tropas americanas e filipinas em exercício militar no mar da China Meridional

    EUA e China realizarão mais exercícios militares conjuntos

    © AP Photo/ Bullit Marquez
    Mundo
    URL curta
    0 715

    Os Estados Unidos e a China concordaram em melhorar seu diálogo militar e realizar mais exercícios militares conjuntos, afirmou nesta sexta-feira o presidente chinês, Xi Jinping, em uma entrevista coletiva ao lado do presidente americano, Barack Obama.

    "Afirmamos inteiramente o progresso feito nos mecanismos de confiança entre as duas forças militares", disse Xi. "Concordamos em aumentar o intercâmbio e os diálogos sobre políticas entre nossos militares em todos os níveis e incrementar o treinamento e os exercícios militares conjuntos."

    Xi também observou que ele e Obama concordaram que "o terrorismo é um inimigo comum da humanidade" e consequentemente vão "melhorar a cooperação contra o terrorismo bilateralmente e multilateralmente."

    O compromisso para expandir a cooperação militar segue dois Memorandos de Entendimento Sobre Medidas para Elevar a Confiança (CBMs, na sigla em inglês) que EUA e China assinaram em novembro de 2014.

    Como parte dos CBMs, Washington e Pequim prometeram evitar confrontos militares na Ásia. Os CBMs estipulam que os dois países notifiquem um ao outro de grandes atividades militares, desenvolvimento de políticas e estratégias, e regras de combate em incidentes aéreos e marítimos.

    Mais:

    Xi Jinping diz que disputas no Mar da China serão resolvidas pacificamente
    China coloca quatro satélites na órbita
    Projeto BRICS: China construirá ferrovia de alta velocidade na Índia
    China revela míssil para caça de quinta geração
    Tags:
    exercícios militares, Defesa, acordo, Xi Jinping, Barack Obama, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik