10:51 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Eliminação dos produtos embargados na região da cidade russa de Belgorod.

    Sanções contra a Rússia arruínam a economia da Ucrânia

    Escritório de Rosselkhoznadzor na região de Belgorod
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia em foco da política internacional (289)
    3241

    As sanções antirrussas do Ocidente, ao lado das medidas de resposta de Moscou, prejudicaram enormemente a economia da Ucrânia, segundo relata a agência de notícias RBC, citando o memorando recentemente acordado entre Kiev e o FMI para a reestruturação da dívida ucraniana.

    De acordo com o documento, "a Ucrânia é atualmente um país em guerra". A base industrial em Donbass está em ruínas, estima-se que o PIB nacional caia drasticamente este ano, e a Rússia já não é seu maior parceiro comercial.

    O Ocidente pune a Rússia com sanções por seu suposto envolvimento no conflito em Donbass, no leste do país vizinho, mas as medidas restritivas acabaram sendo rebatidas para a economia ucraniana.

    "Mesmo em tempos de paz, uma desaceleração na economia da Rússia iria prejudicar a economia da Ucrânia", afirma o memorando.

    As contrassanções da Rússia, impostas no ano passado a uma série de países ocidentais, também afetaram a economia ucraniana. O embargo decretado por Moscou à importação de lácteos, carne e produtos de pastelaria da Ucrânia resultou em uma queda de 45% no comércio bilateral. Segundo o documento citado, quaisquer novas sanções só irão agravar a situação.

    Além disso, a Rússia planeja impor um novo embargo de alimentos contra o país vizinho a partir de 1º de janeiro de 2016 se não for capaz de minimizar os riscos de uma zona de livre comércio entre a União Europeia e a Ucrânia.

    De acordo com o Serviço Estatal de Estatísticas da Ucrânia, entre janeiro e julho de 2015 as exportações ucranianas para a Rússia diminuíram em 59% em relação ao ano anterior, para US$ 2,76 bilhões, enquanto que as importações provenientes da Rússia caíram em 62%, para US$3,47 bilhões.

    Além disso, as sanções também têm afetado a cooperação militar e civil entre os dois países.

    "A cooperação para a fabricação de aviões Antonov é um bom exemplo disso. Antes de as sanções terem sido impostas a Rússia produzia peças para o An-140 e o An-148. As companhias russas eram responsáveis por 60% da produção das aeronaves", disse Vladimir Salamatov, diretor do Centro Moscovita de Comércio Internacional, citado pela RBC.

    Tema:
    Ucrânia em foco da política internacional (289)

    Mais:

    Procuradora Poklonskaya: Ucrânia não conseguirá sufocar Crimeia com bloqueio alimentar
    Ucrânia está na pauta da reunião de Putin e Obama às margens da Assembléia Geral da ONU
    Nova doutrina militar da Ucrânia põe Rússia como 'principal ameaça'
    Poroshenko acredita que bloqueio alimentar da Crimeia devolverá península à Ucrânia
    Tags:
    guerra de sanções, livre comércio, zona de livre comércio, embargo, paz, PIB, cooperação, importação, comércio bilateral, exportação, guerra, economia, sanções, lácteos, alimentos, Antonov, carne, Serviço Estatal de Estatísticas da Ucrânia, RBK, União Europeia, FMI, Vladimir Salamatov, Kiev, Ocidente, Donbass, Moscou, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik