19:15 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos EUA e da Rússia

    Casa Branca: EUA não vêem motivos para aliviar sanções contra a Rússia

    © Sputnik / Sergei Pyatakov
    Mundo
    URL curta
    3014

    O porta-voz oficial da Casa Branca, Josh Ernest, declarou nesta quinta-feira, 24, que o governo dos EUA está disposto em aliviar as sanções aplicadas à Rússia, mas, por enquanto, não vê razões para fazê-lo.

    "Os EUA se dispõem em aliviar as sanções anti-Rússia quando verem sinais de cumprimento de suas obrigações no âmbito dos acordos de Minsk sobre a Ucrânia. No entanto, nós não vemos isso acontecer" – disse o alto-representante de Washington.

    As relações entre a Rússia e o Ocidente deterioraram-se por conta da situação na Ucrânia. Em julho do ano passado, a UE e os Estados Unidos aplicaram sanções pontuais contra certos indivíduos e empresas da Rússia. Em seguida, foram implementadas medidas restritivas em relação a setores inteiros da economia russa.

    Em 6 de agosto de 2014, a Rússia introduziu um embargo de longo prazo sobre as importações dos produtos alimentares da UE, EUA e de alguns outros países ocidentais como a resposta às sanções introduzidas contra o país por causa da crise ucraniana. Naquela altura, a Rússia era o segundo mercado maior para produtores alimentícios europeus. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Econômico russo, entre agosto de 2014 e abril de 2015 as importações dos produtos alimentares dos países expostos às sanções russas caíram 2,5 bilhões de dólares.

    Moscou tem afirmado repetidamente que não tem interferência no conflito interno ucraniano e possui interesse na resolução pacífica do conflito.

    Mais:

    Ministro russo: Sanções à Rússia violam normas da OMC
    Em tempos de sanções, russos dão preferência a produtos nacionais
    Tags:
    crise ucraniana, guerra de sanções, sanções, Casa Branca, Josh Earnest, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik