08:05 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Bomba nuclear B61

    Rússia e Japão: planos dos EUA geram preocupação

    © flickr.com / Dave Bezaire & Susi Havens-Bezaire
    Mundo
    URL curta
    2333

    Nesta semana, tornou-se conhecido que os Estados Unidos pretendem instalar novas bombas nucleares B61-12 na Alemanha. Estas intenções provocam preocupações, segundo destacam os responsáveis pela segurança nacional da Rússia e do Japão.

    A quarta rodada de consultas sobre assuntos de segurança entre a Rússia e o Japão se realizou em Tóquio com a participação do secretário do Conselho de Segurança russo, Nikolai Patrushev, e do chefe do Conselho de Segurança Nacional do Japão, Shotaro Yachi. Durante as consultas, os secretários expressaram a sua preocupação com os planos norte-americanos de instalar armas nucleares fora do país, disse à RIA Novosti o porta-voz de Patrushev, Evgeny Anoshin.

    “Durante as consultas, o secretário do Conselho de Segurança russo, Nikolai Patrushev, e o secretário do Conselho de Segurança Nacional do Japão, Shotaro Yachi, discutiram vários aspectos de segurança regional e internacional e trocaram opiniões sobre os assuntos-chaves das relações russo-japonesas. As partes destacaram que contatos permanentes dos conselhos de segurança dos dois países são um elemento essencial do processo da consolidação de confiança entre a Rússia e o Japão e é importante para garantir a segurança em toda a região da Ásia-Pacífico”, disse Anoshin.

    O porta-voz frisou que “em particular, os interlocutores expressaram preocupações em relação aos planos dos Estados Unidos de instalar armas nucleares fora do país incluindo a Europa”.

    As consultas também contaram com a participação de funcionários do Conselho de Segurança, Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Defesa e Ministério para Situações de Emergência da Rússia. 

    Os secretariados do Conselho de Segurança da Rússia e Conselho de Segurança Nacional do Japão mantêm contatos regularmente desde 2012.

    Vale lembrar que os Estados Unidos também apoiam a decisão do Japão de alterar a Constituição e tornar as forças de autodefesa japonesas num exército porque isso permitirá ao Japão participar das operações militares realizadas em todo o mundo sob a liderança dos EUA.

    Tags:
    armas nucleares, cooperação, Nikolai Patrushev, EUA, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik