04:00 02 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    Os ministros do interior dos 28 países da União Europeia adotaram nesta terça-feira (22) em Bruxelas a proposta de distribuição de cerca de 120 mil refugiados entre os países do bloco.

    Em votação, os países da União Europeia decidiram por ampla maioria o estabelecimento de obrigatórias para a recepção dos imigrantes. Países como Eslováquia, Romênia, República Tcheca e Hungria, foram contra a medida.

    "A decisão sobre a realocação de 120 mil pessoas foi adotada hoje por uma grande maioria dos Estados-membros", informou a presidência da UE em mensagem no Twitter.

    Atualmente, a grande maioria dos refugiados é proveniente de países Oriente Médio, que passa pelos territórios Bálcãs em direção aos países da Europa Ocidental. 

    O deputado francês do parlamento europeu, Philippe Zhyuven, havia declarado na última sexta-feira que, devido à crise de migratória, a União Europeia precisa para criar suas próprias forças fronteiriças para a proteção das fronteiras externas da zona Schengen.


    Mais:

    Nações Unidas: Proposta da União Europeia para os refugiados não resolverá o problema
    Merkel: EUA poderiam ajudar recebendo mais refugiados
    Tsipras cobra mais solidariedade da UE aos refugiados
    Dinamarqueses tentam evitar acolhimento de refugiados
    Chanceler húngaro diz que UE deveria investir em campos para refugiados fora da Europa
    Tags:
    refugiados, ONU, Federica Mogherini, Hungria, Grécia, Bruxelas, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar