19:48 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Chanceler da Alemanha Angela Merkel

    Merkel: EUA poderiam ajudar recebendo mais refugiados

    © AP Photo/ Michael Sohn
    Mundo
    URL curta
    0 131

    A União Europeia apreciaria a ajuda dos Estados Unidos para lidar com a atual crise de refugiados, segundo afirmou a chanceler alemã Angela Merkel nesta segunda-feira (21).

    "Poder-se-ia pensar que a União Europeia pode enfrentar a crise sem a ajuda dos EUA, mas isso não parece realista", disse ela, citada pelo jornal Sueddeutsche Zeitung.

    De acordo com Merkel, os EUA poderiam receber mais refugiados da Síria, ajudar a melhorar as condições de vida nos campos de refugiados no Líbano, na Jordânia e na Turquia e trabalhar para eliminar as causas que levam as pessoas a fugir de seus países natais em primeiro lugar.

    A Europa está enfrentando uma enorme crise humanitária com as ondas de refugiados que aportam diariamente no Velho Continente através do Mediterrâneo. Mais de 500.000 imigrantes entraram na União Europeia desde o início de 2015, segundo as estimativas da Comissão Europeia.

    No início de setembro, o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, disse que seu país poderia aceitar até 85.000 refugiados em 2016.

    Mais:

    Chanceler húngaro diz que UE deveria investir em campos para refugiados fora da Europa
    ONU: Hungria viola direitos humanos com os refugiados
    Imigrantes ameaçam pular de 10º andar de prédio na Alemanha
    Maioria dos franceses defende acolhida de imigrantes pela França
    Hungria e Sérvia convocam reunião de emergência para discutir crise de refugiados
    Quase cinco mil migrantes são resgatados no Mar Mediterrâneo neste sábado
    Tags:
    guerra, campo de refugiados, refugiados, imigrantes, crise humanitária, crise migratória, União Europeia, Angela Merkel, John Kerry, Barack Obama, Turquia, Jordânia, Líbano, Síria, Mar Mediterrâneo, Europa, Estados Unidos, EUA, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik