13:56 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro e Juan Manuel Santos se encontraram em Cartagena, na Colômbia, em abril do ano passado.

    Equador sediará encontro entre Nicolás Maduro e Juan Manuel Santos

    © AP Photo/
    Mundo
    URL curta
    0 41

    Os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Colômbia, Juan Manuel Santos, se reunirão nesta segunda-feira (21) em Quito, no Equador, para conversar sobre a situação na fronteira entre os dois países. A questão da divisa gerou tensão entre Caracas e Bogotá nas últimas semanas.

    O encontro entre os dois líderes foi uma iniciativa do presidente equatoriano e chefe da Comunidade da América Latina e do Caribe (CELAC), Rafael Correa. Ele e o chefe de Estado do Uruguai, Tabaré Vázquez, acompanharão a reunião entre Maduro e Santos.

    O líder venezuelano afirmou que está pronto para assinar um acordo de convivência com a “irmã Colômbia”. No entanto, o presidente colombiano não pareceu otimista. Ele disse que a reunião não será suficiente para superar o revés.

    Recentemente, a Venezuela fechou postos na fronteira com a Colômbia e alegou que o ato tinha como objetivo impedir a passagem de contrabando e para dificultar as atividades paramilitares na região. Caracas também deportou 18 mil colombianos que viviam ilegalmente em território venezuelano.

    As crianças da Colômbia que moram na Venezuela e estudam em seu país, assim como quem possui famílias dos dois lados, receberam permissão de transitar por um corredor humanitário criado pelo governo de Maduro.

    Tags:
    acordo, deportação, corredor humanitário, paramilitarismo, contrabando, tensão, fronteira, encontro, reunião, CELAC, Tabaré Vázquez, Rafael Correa, Juan Manuel Santos, Nicolás Maduro, Uruguai, Quito, Equador, Bogotá, Colômbia, Caracas, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik