15:11 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Sem poder entrar na Hungria, refugiados decidem acampar ao longo do lado sérvio da fronteira

    Hungria e Sérvia convocam reunião de emergência para discutir crise de refugiados

    © AFP 2019 / ISTVAN RUZSA
    Mundo
    URL curta
    0 03
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores da Hungria, Péter Szijjártó, fará uma viagem a Belgrado nesta sexta-feira para discutir com o seu colega sérvio, Ivica Dačić, a questão dos refugiados que tentam entrar ilegalmente no território húngaro, pela fronteira sérvia, com o objetivo de alcançar outros países da União Europeia em seguida.

    Nos últimos dias, milhares de imigrantes se concentraram ao longo da fronteira entre os dois Estados, na cidade sérvia de Horgos, com a esperança de chegar à cidade húngara de Roszke. Mas, devido à nova legislação de emergência aprovada em Budapeste, foram barrados pela polícia, que decidiu agir com certa violência para controlar os refugiados mais exaltados. 

    "O vice-premier sérvio e ministro das Relações Exteriores, Ivica Dačić, anunciou que amanhã, 18 de setembro de 2015, o ministro das Relações Exteriores da Hungria, Péter Szijjártó, chegará a Belgrado e conversará com o chanceler sérvio", informou a diplomacia sérvia através de um comunicado. 

    Segundo o documento divulgado, Szijjártó também aproveitará a viagem para se encontrar com o ministro do Interior da Sérvia, Nebojša Stefanović. 

    Mais:

    Grécia diz que postura da Hungria sobre refugiados é "delirante"
    Hungria fecha passagem a imigrantes
    Polícia húngara usa jatos d'água para conter entrada de refugiados na fronteira com Sérvia
    Tags:
    imigrantes, refugiados, União Europeia, Ivica Dacic, Peter Szijjarto, Belgrado, Budapeste, Roszke, Horgos, Sérvia, Hungria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar