19:42 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Equipamento de treinamento do avião MS-21 da Irkut durante o Show aéreo de Le Bourget 2015, em Paris

    Paraná está se tornando “estado líder” nas relações Brasil-Rússia

    © Sputnik/ Mikhail Voskresensky
    Mundo
    URL curta
    Ekaterina Kozlova, Vladimir Kultygin
    204382674

    A Rússia e o Brasil assinaram um projeto de cluster aéreo, outros projetos também fomentam parceria russo-brasileira.

    Uma das notícias mais concretas do Fórum Empresarial “Brasil-Rússia: direções estratégicas de cooperação” foi a assinatura de um memorando de cooperação entre a empresa russa Irkut, produtora de aviões de passageiros de nova geração, e o estado de Paraná para a implementação de um centro aeroespacial na cidade de Maringá.

    O acordo assinado prevê também o fornecimento do avião russo MS-21 ao Brasil. O MS-21 é um avião que no momento está na fase final de produção pela empresa Irkut. O avião, cujo primeiro voo está planejado para 2016, terá a capacidade para de 150 até 212 assentos de passageiros.

    A vice-governadora do estado de Paraná, Cida Borghetti, participa da assinatura de documentos durante o Fórum Empresarial Brasil-Rússia, celebrado em Moscou em 15 de setembro
    © Sputnik/ Vladimir Kultygin
    A vice-governadora do estado de Paraná, Cida Borghetti (segunda da direita), participa da assinatura de documentos durante o Fórum Empresarial Brasil-Rússia, celebrado em Moscou em 15 de setembro

    Além disso, o centro em Maringá produzirá peças e fuselagens para o MS-21. Assim, o Paraná será o único estado do Brasil onde serão montados aviões russos.

    Para Adalberto Netto, diretor-presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, que falou com exclusividade à Sputnik nas margens do Fórum Empresarial, esta assinatura significa que Paraná está se tornando o “estado líder nas relações Brasil-Rússia”.

    “É um passo muito importante para confirmar a aproximação do Brasil com a Rússia não em commodities como proteína, que é importante, mas em tecnologia, a parte em que a Rússia é muito forte. E além do Irkut, estabelecemos também um acordo com o MEPhI, Universidade de Física, para desenvolver a transferência de tecnologia e o desenvolvimento de tecnologia russa no Brasil. Trata-se das áreas de robótica, de mobilidade, saúde e todas essas tecnologias chaves do MEPhI”, explicou Netto.

    O acordo com a universidade inclui um projeto de intercâmbio de estudantes e docentes: “Deste modo, esperamos levar a língua e a cultura russa ao Brasil e vice-versa”, comentou o diretor-presidente da agência.

    No ano passado, foi dado um impulso à cooperação e mobilidade acadêmica entre a Rússia e o Brasil no âmbito dos BRICS. A internacionalização – tanto no Brasil, como na Rússia – foi definida como uma das metas principais do desenvolvimento do espaço científico e acadêmico no âmbito dos BRICS.

    A tecnologia é o foco principal da cooperação. Além da parceria com a Irkut e o MEPhI, há um acordo com a produtora de fármacos russa Biocad, que terá representação no Brasil. “Esta parceria com a Biocad irá representar um investimento de 160 milhões de dólares”, destacou Adalberto Netto.

    Segundo Netto, a atual situação de crise econômica internacional não irá afetar seriamente a parceria bilateral. “O Brasil tem a necessidade, a Rússia quer investir, mas é um processo demorado”, confessa.

    As relações russo-brasileiras estão agora na fase ativa. O Fórum Empresarial contou com a participação de uma larga delegação brasileira, chefiada pelo vice-presidente da República, Michel Temer (que nesta quarta-feira, 16, participou de um encontro da Comissão de Alto Nível com o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, e assinou uma série de importantes atos bilaterais). Segundo Adalberto Netto, em outubro, o governador do estado de Paraná, Beto Richa, estará em Moscou para assinar mais 4-5 acordos na área de energia. Já em janeiro de 2016, uma delegação da Federação da Rússia fará uma visita ao Brasil.

    Mais:

    Sistema russo de navegação Glonass terá uma nova estação no Brasil
    Brasil usará remédios russos para combater câncer
    Temer: Brasil e Rússia devem alcançar intercâmbio comercial de US$10 bilhões
    Brasil destaca em Assembleia Internacional a importância do setor de turismo para o país
    Tags:
    ciência, universidade, aviação, avião, Fórum Empresarial Brasil-Rússia, Agência Paraná de Desenvolvimento, Adalberto Netto, Maringá, Paraná, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik