11:15 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    5341
    Nos siga no

    Brasil e Rússia impulsionam a cooperação espacial durante a nona reunião da comissão intergovernamental Rússia-Brasil sobre a cooperação científica e tecnológica.

    O sistema de navegação por satélite russo Glonass vai inaugurar uma terceira estação no Brasil. O diretor da Corporação de Equipamentos de Precisão (NPK-SPP), Yuri Roy, e o reitor da Universidade Federal de Santa Maria, Paulo Burmann, assinaram o acordo para a construção da instalação.

    O sistema Glonass começou a operar no Brasil em fevereiro de 2013.

    Além disso, a corporação estatal de energia nuclear russa Rosatom assinou um memorando de entendimento mútuo com a Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep).

    O documento foi assinado pelo diretor de desenvolvimento da Rosatom, Kiril Komarov, e o presidente da NUCLEP, Wallwitz Jaime Cardoso. 

    O sistema de navegação por satélite russo Glonass foi projetado para fornecer à Rússia os seus próprios dados de navegação para uso militar e civil, bem como para competir com o Sistema de Posicionamento Global americano (GPS) no mercado comercial para dados de navegação.

    A competição entre os dois sistemas assumiu maior importância no contexto da crise Ucrânia e as tensões resultantes entre a Rússia e o Ocidente.

     

    Mais:

    Temer: Brasil e Rússia devem alcançar intercâmbio comercial de US$10 bilhões
    Universidade gaúcha ganha em tecnologia com instalação de estação russa do GLONASS
    Rússia e universidade gaúcha vão abrir segunda estação do Glonass no Brasil
    Tags:
    cooperação, navegação por satélite, Roscosmos, Rosatom, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar