06:23 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    David Cameron, primeiro-ministro britânico

    Cameron defende ajuda aos países que recebem refugiados no Oriente Médio

    © AP Photo /
    Mundo
    URL curta
    418

    O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, fez um apelo nesta segunda-feira para que a comunidade internacional envie mais ajuda aos imigrantes sírios nos países que hospedam refugiados no Oriente Médio, a fim de conter a imigração em massa na Europa.

    Cameron fez o comentário durante uma visita ao campo para refugiados Zaatari, na Jordânia. O local abriga mais 80 mil sírios. Desde a eclosão do conflito na Síria, em 2011, mais de 4 milhões de pessoas fugiram para países como Jordânia, Líbano, Turquia e Iraque.

    Com a crise migratória se arrastando, as agências da Organização das Nações Unidas (ONU), incluindo o Programa Alimentar Mundial, têm enfrentado crescentes problemas de financiamento, o que resultou em reduções drásticas em doações para os refugiados em países que recebem imigrantes na região, o que ajudou a aumentar o fluxo imigratório na Europa. 

    Cameron afirmou que o Reino Unido doou cerca de US$ 1,5 bilhões para a região até agora e que ajudar os refugiados é um "imperativo moral".

    Mais:

    Rússia prefere não comentar situação dos refugiados na União Europeia
    Papa alerta: crise de refugiados na Europa é apenas a ponta do iceberg
    UE: сorrida de obstáculos para refugiados
    Tags:
    campo de refugiados, refugiados, PR, ONU, David Cameron, Reino Unido, Zaatari, Jordânia, Síria, Grã-Bretanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik