19:25 18 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Estação de distribuição de gás na Ucrânia

    Kiev está satisfeita com condições de fornecimentos de gás russo

    © REUTERS/ Gleb Garanich
    Mundo
    URL curta
    5111

    O ministro adjunto da Energia Aleksandr Svetelik comunicou que na sexta-feira (11) em Viena as partes chegaram a acordo sobre os termos do acordo de inverno relativo ao fornecimento de gás russo a Kiev.

    O Ministério de Energia ucraniano está satisfeito com as condições acordadas na sexta-feira (11) em Viena entre as partes russa e europeia, disse à RIA Novosti o ministro adjunto de Energia ucraniano, Aleksandr Svetelik.

    Gasoduto na região de Donetsk
    © Sputnik/ Mikhail Voskresensky
    Durante as negociações bilaterais entre o ministro da Energia russo Aleksandr Novak e o vice-presidente da Comissão Europeia para a União Energética, Marosh Shevchovich, com a participação do presidente da empresa russa Gazprom Aleksei Miller, as partes chegaram a acordo sobre os termos do pacote de inverno de fornecimento de gás à Ucrânia. Em particular, foi acordado que a Rússia concederá à Ucrânia um desconto uma vez em dois trimestres e que a Comissão financiará a bombagem de gás para os depósitos subterrâneos ucranianos.

    "O acordo foi atingido. Na minha opinião, é normal, é um bom acordo, porque se trata do fornecimento de gás para todos os países europeus em condições iguais. Pedimos que nos fornecessem gás tal como aos outros", disse Svetelik.

    "Temos um fornecedor principal que é a Gazprom. O que recebemos por via reversiva é um fornecimento alternativo, mas isso não satisfaz toda a demanda e, por isso, precisamos [do acordo com a Rússia] para adquirir o resto do volume", frisou Svetelik. Ao mesmo tempo, o ministro não conseguiu responder quando poderá ser realizado o encontro trilateral com a participação da Ucrânia e quando estas condições serão assinadas.

    A Ucrânia cessou as compras de gás à Gazprom depois de Kiev e Moscou não terem conseguido chegar a um acordo sobre o fornecimento de gás para o terceiro trimestre de 2015, apesar de uma proposta da Rússia para um novo desconto no preço do gás.

    Em agosto, a Ucrânia, que está a braços com uma crise econômica, anunciou que esperava receber um empréstimo até o final de outubro para o fornecimento de gás no inverno.

    Tags:
    acordo, fornecimento, gás, Gazprom, UE, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik