03:10 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Grécia e da União Europeia, Atenas, Grécia.

    Chefe do eurogrupo descarta novas negociações sobre acordo da dívida grega

    © REUTERS / Yannis Behrakis
    Mundo
    URL curta
    305
    Nos siga no

    O chefe do eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, descartou qualquer renegociação do programa de empréstimo da Grécia. Os comentários foram feitos uma semana antes das eleições gerais no país, em 20 de setembro.

    O ex-primeiro-ministro Alexis Tsipras busca um mandato mais forte para implementar reformas impopulares necessárias para garantir o recebimento dos 86 bilhões de euros (US$ 97 bilhões) do programa de resgate.

    O chefe do eurogrupo disse no sábado que a renegociação "não é possível", independentemente de quem ganhe. "O trabalho deve continuar" sobre as reformas necessárias para garantir os empréstimos. Falando depois de presidir um encontro do bloco, ele disse que os ministros das finanças não tinham discutido qualquer alívio da dívida para a Grécia. 

    Mais:

    Syriza lidera pesquisa de intenção de voto na Grécia
    Mídia: Grécia deve pagar $27.6 bilhões até fevereiro de 2016
    Grécia marca eleições antecipadas para 20 de setembro
    Tags:
    eleições, dívida, Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, Alexis Tsipras, União Europeia, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar