06:14 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Refugiados e migrantes estão dormindo perto da fronteira entre a Grécia e Macedônia, 6 de setembro de 2015

    União Europeia anunciará proposta para alojar 120 mil refugiados

    © REUTERS/ Alexandros Avramidis
    Mundo
    URL curta
    115731

    A Comissão Europeia divulgará, nesta quarta-feira, uma proposta para tratar a crescente crise de imigração para a União Europeia. A ideia é realojar mais 120 mil refugiados dentro da UE.

    O plano é apresentado como complemento à agenda de maio para redistribuir 40 mil refugiados pedindo asilo e tem como objetivo ajudar Grécia, Itália e Hungria com o número sem precedentes de imigrantes chegando a esses países.

    a proposta incluirá várias medidas para lidar com a crise de imigração, inclusive um mecanismo de realojamento permanente e uma lista de países de origem seguros.

    A Comissão Europeia (CE) deve adotar a proposta nesta quarta-feira, mesmo dia em que o presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, irá ao Parlamento Europeu para o discurso anual do Estado da União.

    Em sua fala, Juncker se concentrará nas dez prioridades da CE, que incluem o mercado interno da União Europeia, a controversa Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês), temas climáticos e de energia, e a imigração.

    De acordo com a agência Frontex, da UE, mais de 340 mil refugiados e imigrantes chegaram às fronteiras da União Europeia de janeiro a julho de 2015.

    Mais:

    200 imigrantes estão desaparecidos no Mediterrâneo após novo naufrágio
    Autoridades da Hungria tentarão conter fluxo de imigrantes na fronteira com a Sérvia
    Milhares de imigrantes chegam à Sérvia após passar pela Macedônia
    Tags:
    crise migratória, proposta, imigrantes, Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP), Comissão Europeia, União Europeia, Jean-Claude Juncker, Europa, Hungria, Itália, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik