14:19 19 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Serter Tas, soldado turco sequestrado pelo Estado Islâmico

    Pai do soldado turco sequestrado pelo Estado Islâmico agradece Sputnik por informação

    © Sputnik / Hikmet Durgun
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    361

    A Sputnik revela detalhes exclusivos sobre Sefer Tas, soldado do exército da Turquia sequestrado pelo Estado Islâmico perto da cidade fronteiriça de Kilis.

    Uma fonte segura na Síria disse à Sputnik que neste momento o soldado está em Raqqa (de fato capital do proclamado califado da organização terrorista Estado Islâmico) numa cela individual. Segundo a informação da fonte, os jihadistas organizaram o sequestro do militar para parar as operações aéreas do exército turco contra o Estado Islâmico, impedir a detenção e prisão dos seus membros na Turquia e alcançar a libertação dos que já estão sob custódia.    

    Como decorreu a operação? 

    Fontes na região disseram à Sputnik que depois de o líder do Estado Islâmico aprovar a operação Abu Bakr al-Baghdadi, um grupo especial de quatro militantes do Estado Islâmico foi enviado à zona fronteiriça na província de Kilis, onde abriu fogo contra soldados turcos que estavam no posto de controle fronteiriço. Na sequência do ataque, um soldado foi morto e capturaram um outro soldado — Sefer Tas, ferido na perna com duas balas.     

    Os jihadistas colocaram o soldado turco num todo-o-terreno, atravessaram a fronteira da Turquia com as partes da Síria que atualmente são controlados pelo Estado Islâmico, prestaram os primeiros socorros ao militar turco ferido e levaram o soldado para uma prisão em Raqqa. Ali Tas foi interrogado, inclusive com participação de militantes do Estado Islâmico de origem turca. Durante o interrogatório, os terroristas disseram que ainda não planejavam mata-lo porque pretendiam trocá-lo por jihadistas do Estado Islâmico detidos na Turquia.  

    Inteligência turca ajudará a salvar soldado sequestrado pelo EI

    Segundo as fontes da Sputnik, a Organização Nacional de Inteligência da Turquia (MİT, na sigla em turco) se juntou à operação de salvamento do soldado turco sequestrado pelo grupo terrorista Estado Islâmico. Atualmente a equipe especial do MIT está negociando com representantes do EI.

    Segundo a informação prévia, o sequestrado está vivo e os terroristas devem divulgar em breve as condições sob as quais o libertarão.

    “Os funcionários da inteligência turca contataram os representantes do Estado Islâmico através do aplicativo WhatsApp, porque na [cidade de] Raqqa não há conexão telefônica… Segundo o representante do EI, Serter Tas está vivo e a sua perna ferida foi tratada e está sarando… Em resposta à informação da inteligência turca sobre a prontidão de negociar a libertação do sequestrado, o representante do EI disse que o lado turco em breve receberá as condições de libertação de Serter Tas.”

    Pai do soldado recebe informação através da Sputnik 

    O pai do sequestrado, Aydin Tas, em entrevista à Sputnik divulgou que a sua família até o último momento não sabia quem havia sequestrado o seu filho:

    “Nós soubemos que ele está nas mãos do Estado Islâmico por meio da sua [publicada pela Sputnik] notícia.” 

    “O meu filho já estava em serviço por cinco anos, tem 21 anos e é solteiro. Serter é o meu filho mais velho, o primeiro que foi para servir no exército. Tenho seis filhos. Nós todos temos muito medo e preocupamo-nos com o nosso rapaz. Falei com ele quatro dias antes do sequestro. Ele disse que no dia 10 chegaria a casa para o dia de folga. Um dia depois, o governador de Igdir [província onde mora a família de Tas] chegou à nossa casa, bem como o representante da chefia da nossa província e o comandante do regimento. Eles disseram-nos que o nosso filho havia sido sequestrado. Mas eles não divulgaram quem foi. Só graças a vocês soubemos que foram os militantes do EI. Rezamos a toda a hora para que o nosso filho seja libertado o mais breve possível. Temos muito medo. Salvem o meu filho!”.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    Tags:
    soldado, jornalistas, sequestro, inteligência, terrorismo, Estado Islâmico, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik