03:01 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Ex-presidente do Afeganistão, Hamid Karzai

    Ex-presidente afegão: Índia, Irã e Rússia devem participar das negociações com Talibã

    © AFP 2018 / ALEXANDER NEMENOV
    Mundo
    URL curta
    Afeganistão entre OTAN e Talibã (109)
    1121

    Ex-presidente afegão Hamid Karzai declarou que a Índia, Irã e Rússia devem participar das negociações com o movimento Talibã.

    A declaração foi feita a um pequeno grupo de jornalistas durante a recente visita do ex-presidente a Nova Deli, segundo informou o The Times of India.

    Karzai também informou que o premiê do Afeganistão, Abdullah Abdullah, visitará a Índia em 17 de setembro para realizar negociações com o governo, num momento em que as relações entre os Afeganistão e o Paquistão se deterioraram. 

    O ex-presidente expressou a esperança de que o premiê indiano, Narendra Modi, poderá visitar a capital afegã, Cabul, para participar da cerimônia de abertura do novo edifício do parlamento, construído pela Índia.

    O político afegão negou as informações de que a Índia teria sido injusta em relação ao governo de Cabul, mas chamou a intensificar a cooperação com o governo do atual presidente do Afeganistão, Ashraf Gani.

    "Os dois países estão inseparavelmente ligados pelos interesses da segurança conjuntos", disse Karzai.

    Ainda de acordo com o político, a Índia deve procurar a possibilidade de participar nas negociações de paz com o movimento extremista islâmico Talibã.

    "A Índia, Irã e Rússia devem estar presentes [nas negociações]", disse.

    A segunda ronda das negociações de paz com o Talibã fracassou em 29 de julho, quando foi anunciado que o líder recluso do movimento, Mullah Omar, já tinha sido morto havia dois anos. A informação divulgada não só causou fortes danos às negociações, mas também minou a credibilidade do Paquistão. 

    Ashraf Gani apresentou a iniciativa de começar as negociações com o Talibã em fevereiro. Segundo o presidente, atualmente a situação é ideal para o processo de paz em todos os 36 anos de guerras constantes no território do Afeganistão.

    Tema:
    Afeganistão entre OTAN e Talibã (109)

    Mais:

    Negociações de paz para Afeganistão podem ter lugar na China
    Renúncia de alto dirigente do Talibã expõe crise no movimento
    Tags:
    negociações de paz, Talibã, Hamid Karzai, Narendra Modi, Irã, Afeganistão, Índia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik