14:05 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Fórum Econômico do Oriente se realiza em Vladivostok de 3 até 5 setembro

    Fórum Econômico do Oriente tem resultados promissores

    © Sputnik / Evgeny Biyatov
    Mundo
    URL curta
    Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok (27)
    6182

    Neste sábado (5) em Vladivostok finalizou o Fórum Econômico do Oriente, onde foram apresentados mais de 200 projetos de investimento. O evento reuniu funcionários russos e dos países da região Pacífica, grandes investidores e empresários.

    Resumindo os resultados do Fórum, o ministro do Desenvolvimento do Extremo Oriente Russo, Aleksandr Galushka, disse que os projetos apresentados no Fórum Econômico do Oriente serão discutidos no Fórum Econômico Mundial, que se realizará na cidade chinesa de Dalian.

    “Em Dalian podemos avançar na resolução das questões que discutimos hoje. É importante que no Fórum tenhamos recebido a resposta dos empresários chineses, eles entenderam a política dos negócios na Rússia. O objetivo do fórum é alcançado”. 

    A parte japonesa também avaliou altamente o papel do Fórum do desenvolvimento do Pacífico. Shigeru Murayama, chefe da companhia Kawasaki Heavy Industries, presidente da Associação japonesa para o Comércio com a Rússia e a Comunidade dos Estados Independentes deu uma entrevista exclusiva à Sputnik. 

    O empresário afirmou que este fórum é a rota mais curta para a aproximação:

    “As pessoas de negócios falam via telefone, e-mails um com o outro, mas assim, se encontrando pessoalmente, a distância reduz de verdade”.

    Shigeru Murayama também elogiou os funcionários do Ministério para o Desenvolvimento do Extremo Oriente Russo:

    “São pessoas jovens, educadas e energéticas, que atendem aos desejos dos investidores potenciais”.

    Mais do que isso, o empresário japonês esperou que o Japão cooperasse mais profundamente com a Rússia nas regiões do Extremo Oriente, além da cooperação energética que é tradicional. Segundo ele, só futuros laços podem se estreitar na esfera do turismo uma vez que as pessoas vão visitar Vladivostok e a região para “desfrutar o clima fresco e o exotismo” da natureza.  

    O Fórum teve grande sucesso, coisa que foi provada mais uma vez por Yury Trutnev, enviado presidencial da Rússia para o Distrito Federal do Extremo Oriente. Ele disse que o primeiro Fórum Econômico do Oriente resultou na assinatura de acordos no valor de 1,3 trilhões de rublos (cerca de US $ 18,9 bilhões).

    Tema:
    Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok (27)

    Mais:

    Nord Stream-2 tem aprovação da Gazprom
    Especialista brasileiro: Rússia lidera o espaço, Brasil tem ambições e projetos
    Tags:
    parceria, investimentos, Fórum Econômico do Oriente, Extremo Oriente, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik