14:33 27 Maio 2018
Ouvir Rádio
    O presidente chinês, Xi Jinping, em encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscou

    Parceria sino-russa segue em frente independentemente das sanções ocidentais

    © AFP 2018 / POOL / SERGEI ILNITSKY
    Mundo
    URL curta
    Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok (26)
    24481

    O vice premiê do Conselho de Estado chinês reiterou que o diálogo sino-russo diz unicamente respeito aos dois países, destacando que as sanções do Ocidente não têm qualquer influência sobre esta parceria.

    "O Ocidente não influiu sobre a nossa cooperação. A cooperação entre a China e a Rússia é entre os nossos dois países, não tem nada a ver com outros", disse o vice premiê do Conselho de Estado da República Popular da China Wang Yang. 

    De fato, os laços entre os dois países estão se estreitando, como se viu no decorrer do Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok. Hoje (5) os parceiros acordaram, entre outros projetos, construir uma ponte através o rio Amur. 

    Cerca de 16 bilhões de rublos (mais de US $ 230 milhões) serão gastos na construção de uma ponte que ligará a cidade russa de Blagoveshchensk à cidade chinesa de Heihe, disse no sábado o governador da Região de Amur, Aleksandr Kozlov.

    "Em 3 de setembro, foram assinados dois acordos intergovernamentais na China — a construção de uma ponte rodoviária através do rio Amur ligando Heihe e Blagoveshchensk e [a construção de] um funicular que também irá ligar Heihe com Blagoveshchensk," disse Aleksandr Kozlov.

    Segundo o governador da região russa de Amur, o governo chinês investiu 6 bilhões de rublos (cerca de US $ 87 milhões) nos dois projetos. Este montante é destinado a cobrir a construção das partes da ponte que vão passar pelo território chinês. 

    Falando no Fórum Econômico do Oriente na sexta-feira, o presidente russo Vladimir Putin sublinhou que o desenvolvimento da infraestrutura deve ser uma das prioridades para o Extremo Oriente russo. De acordo com Putin, este território se tornará um dos principais centros de desenvolvimento socioeconômico da Rússia no futuro e deve ser efetivamente integrado na região Ásia-Pacífico, em franco desenvolvimento.

    Tema:
    Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok (26)

    Mais:

    Putin apresenta novos mecanismos para desenvolver Extremo Oriente
    Rússia prepara-se para hospedar Fórum Econômico do Oriente
    Tags:
    infraestrutura, relações bilaterais, Fórum Econômico do Oriente, Wang Yang, Extremo Oriente, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik