21:35 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    491
    Nos siga no

    Um líder da oposição esquerdista da Grécia afirmou aos eleitores que uma saída do país da zona do euro não seria difícil. O ex-ministro da Energia Panagiotis Lafazanis afirmou que a intenção declarada do Partido Popular de adotar uma nova moeda nacional - que a maioria dos gregos rejeita - seria tão simples "quanto beber um copo de água."

    Em uma conferência nesta quinta-feira, Lafazanis disse que a dificuldade seria tomar a decisão política. Segundo ele, a nova moeda poderia sofrer "uma pequena e limitada desvalorização." A maioria dos economistas, porém, diz que uma nova moeda grega seria profundamente desvalorizada, piorando os já baixos padrões de vida no país.

    Lafazanis teve papel relevante no processo que levou ao fim do governo de sete meses do partido radical de esquerda Syriza, o que forçou a convocação de eleições antecipadas para o dia 20 de setembro.

    Mais:

    Grécia marca eleições antecipadas para 20 de setembro
    Juíza da Suprema Corte é nomeada primeira-ministra interina da Grécia
    Dissidentes governistas formam novo partido na Grécia
    Tsipras anuncia renúncia do cargo de primeiro-ministro da Grécia
    Tags:
    saída, Zona do Euro, dívida grega, União Europeia, Panagiotis Lafazanis, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar