02:04 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0131
    Nos siga no

    Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da Venezuela, Nicolas Maduro, concordaram em realizar ações conjuntas para promover o crescimento dos preços de petróleo no mercado internacional, informou o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov.

    Os líderes dos dois países se encontraram nesta quinta-feira, 3, em Pequim, no âmbito das comemorações do aniversário de 70 ano da vitória do povo chinês na guerra contra o Japão e do fim da Segunda Guerra Mundial.

    “Durante a reunião, ambos os lados destacaram que os preços instáveis de petróleo não correspondem aos interesses dos dois países, e que, certamente, ambos devem se esforçar em incentivar de forma coordenada o crescimento da dinâmica [dos preços]” – disse Peskov.

    “No entanto, junto a isso, Putin destacou não ser possível tomar quaisquer ações diretas nesse sentido, já que isso é muito difícil, pois trata-se de um processe de mercado. São muitos os fatores que influem – todos eles precisam ser cuidadosamente levados em conta, mas existe o entendimento da necessidade de coordenar ações [conjuntas]” – informou o porta-voz.

    Durante o encontro, Maduro destacou que tanto a Rússia quanto a Venezuela têm boas ideias para tentar reverter a atual conjuntura do mercado de petróleo.

    “Nós podemos discutir as nossas capacidades de estabilizar o mercado e os preços de petróleo, o que nos permitiria superar a prolongada conjuntura que se caracteriza pelos baixos preços de petróleo. Nós temos boas ideias com relação a esse tema” – disse Maduro.

    O presidente russo propôs igualmente ao líder venezuelano discutir a situação envolvendo o volume de negócios entre os dois países.

    “Estou feliz com a oportunidade de conversar igualmente sobre as relações bilaterais. No ano passado o osso volume de negócios encolheu significativamente, mas este ano o mesmo aumentou em mais 25%. Nós precisamos, certamente, analisar o porquê disso estar acontecendo e fazer o possível para organizar o trabalho” – disse Putin.

    Mais:

    Venezuela receberá US$ 5 bilhões da China para alavancar produção de petróleo
    Petróleo barato não é um problema só da Rússia
    Pequim realizou parada militar em homenagem aos 70 anos da vitória na II Guerra Mundial
    Tags:
    Venezuela, Rússia, Nicolas Maduro, Vladimir Putin, Dmitry Peskov, petróleo, preços, mercado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar