22:09 23 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    4422
    Nos siga no

    Foi hoje conhecida a soma exata que a França pagou à Rússia pela rescisão do contrato de fornecimento de dois porta-helicópteros Mistral. O montante é indicado no projeto da lei sobre a ratificação do acordo entre Paris e Moscou, publicado no site da Assembleia Nacional (Câmara Baixa do Parlamento) Francesa.

    O acordo sobre a resolução da disputa foi concluído em Moscou em 5 de agosto de 2015.   

    A soma constituiu 949.754.849 euros. O documento também estabelece que a França não tem direito de entregar os navios a uma terceira parte antes de a Rússia receber todas as compensações financeiras.

    Além disso, qualquer terceira parte que possa ter despesas por causa de o contrato ser rescindido não tem direito a compensações.

    O projeto de lei será submetido à Comissão para os Assuntos Internacionais do Parlamento francês em 16 de setembro.

    No início de agosto, os presidentes russo e francês Vladimir Putin e François Hollande romperam o contrato. A França já devolveu o valor pago por Moscou e, após a devolução de equipamento russo instalado nos Mistral, poderá manter para si ou vender os navios.

    Em 2011, a Rússia e a França assinaram um contrato de 1,12 bilhão de euros para a construção em França de dois navios porta-helicópteros da classe Mistral. Paris suspendeu o contrato em 2014, alegando uma suposta participação de Moscou no conflito ucraniano.

    Tags:
    porta-helicópteros, contrato, Mistral, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar