21:15 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    União Econômica Euroasiática (14)
    1291
    Nos siga no

    O Quirguistão está passando por grandes alterações: o país aderiu à União Econômica Eurasiática e se afastou dos EUA. O presidente Almazbek Atambaev descreveu o futuro do país ao se dirigir ao povo por ocasião do Dia de Independência.

    Vladimir Putin, presidente russo, deu parabéns ao seu colega e ao povo quirguiz por ocasião da festa e disse que a cooperação futura entre os dois países vai contribuir para a estabilidade na região da Ásia Central, comunicou Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo.

    Por sua vez, o presidente também avaliou de forma positiva as relações entre a Rússia e o Quirguistão:

    “A adesão da República Quirguiz à União Econômica Eurasiática abriu novas oportunidades para desenvolver de forma mais estreita os laços de integração em muitas esferas”, diz o telegrama do presidente.

    A União Econômica Eurasiática, que inclui a Armênia, Bielorrússia, o Cazaquistão, Quirguistão e a Rússia é uma organização de comércio livre de produtos e serviços entre os países-membros. O Quirguistão se tornou membro da UEE em 12 de Agosto deste ano. 

    Almazbek Atambaev expressou a esperança no futuro positivo do país no âmbito da UEE:

    “A participação da UEE, sem dúvida, abre novas e grandes oportunidades. Obtivemos um enorme mercado regional. Mas não deve existir euforia, o bem-estar não aparecerá por si mesmo. A integração à UEE deve ser usada para promover ativamente os interesses do Quirguistão”. 

    Além disso, o presidente destacou que a adesão à UEE também contribuiu para a segurança alimentar:

    “Já não precisamos nos preocupar, como nos anos passados, se há bastante trigo ou não, se podemos importar grãos, se os nossos cidadãos terão pão na mesa de jantar”. 

    Ultimamente, o país tem realizado reformas na área energética, dos transportes, estamos seguindo o curso para tornar o país “um paraíso para os negócios”. 

    Na sexta-feira (28) Almazbek Atambaev disse que a empresa de gás russa Gazprom vai construir uma usina que assegurará a independência energética do país e até poderá fazer com que o país exporte a energia elétrica excedente.

    Aproximando-se das repúblicas pós-soviéticas, o Quirguistão se distancia dos EUA, denunciando o acordo de 1993 sobre a cooperação que visava o apoio humanitário, econômico e técnico, depois de o Departamento do Estado atribuir o prêmio “Defensor dos Direitos Humanos” ao cidadão do Quirguistão Azimzhan Askarov, condenado no país pela organização de tumultos.

    Além disso, em 27 de agosto, Almazbek Atambaev, presidente do Quirguistão, que tinha planejado participar da sessão comemorativa da Assembleia Geral da ONU em Nova York, cancelou a visita, alegando as eleições legislativas no seu país.

    Tema:
    União Econômica Euroasiática (14)

    Mais:

    EUA perdem base militar perto da Rússia
    Paquistão quer se juntar à zona de livre comércio da União Econômica Euroasiática
    Ministro russo: Mais de 40 países querem aderir à União Econômica Eurasiática
    Tags:
    Rússia, EUA, Quirguistão, Vladimir Putin, Almazbek Atambaev, União Econômica da Eurásia, economia, reformas, integração
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar