13:37 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    031
    Nos siga no

    O eurodeputado finlandês Jussi Halla-aho acusou as autoridades da Suécia de estarem pagando imigrantes para que eles desistam de entrar no território sueco e solicitem asilo no país vizinho. Em resposta às declarações do parlamentar, o serviço de imigração da Suécia manifestou perplexidade diante de acusações tão estranhas e incorretas.

    "A maioria dos refugiados vem para a Finlândia através da Suécia, sem dúvida como resultado do encorajamento e até do pagamento recebido de autoridades suecas", escreveu Halla-aho em uma publicação no seu Facebook na última semana, afirmando não haver outra explicação para o grande aumento no número de pessoas interessadas em emigrar para a Finlândia. 

    Em entrevista a uma rádio finlandesa, nesta sexta-feira, o porta-voz da imigração sueca,  Fredrik Bengtsson, disse que as declarações do eurodeputado finlandês são extremamente incomuns e completamente erradas. 

    "O fato de que há números cada vez maiores de pessoas buscando asilo na Finlândia é resultado da situação global dos refugiados, e nada mais. Mais imigrantes estão vindo para a Europa", afirmou Bengtsson. 

    Mais:

    Adesivos claros – sinal de racismo na Suécia?
    Moradores da Suécia irritados com felicitações de ministra no Ramadão
    Suécia se prepara para receber ‘adolescentes refugiados barbudos’
    Tags:
    Suécia, Finlândia, Jussi Halla-aho, Fredrik Bengtsson, Facebook, imigração, refugiados
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar