08:27 26 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Refugiados africanos resgatados no Mediterrâneo por oficiais da Marinha da Irlanda

    200 imigrantes estão desaparecidos no Mediterrâneo após novo naufrágio

    © AP Photo /
    Mundo
    URL curta
    502

    Dois barcos cheios de imigrantes que tentavam atravessar o Mediterrâneo naufragaram no final da última quinta-feira perto da costa da Líbia.

    Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), os acidentes envolveram um barco com cerca de 40 pessoas e outro com 400. Ambos naufragaram na costa da Líbia. O chefe da entidade para a Líbia, Othman Belbeisi, disse que cem pessoas foram resgatadas da embarcação maior e levadas para Tripoli. Ele acrescentou que as autoridades do país esperam resgatar mais 150 pessoas nesta sexta-feira. "Os outros desaparecidos devem estar em mar aberto", afirmou.

    O barco menor virou cerca de 5 milhas da costa da Líbia. Foram resgatadas 25 pessoas, a maioria da Nigéria e de Gana. Três corpos já foram encontrados. Segundo os sobreviventes, a embarcação naufragou por causa do mau tempo.

    No mês passado, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) divulgou um documento mostrando que o número de refugiados e imigrantes que chegaram à Europa entre janeiro e julho de 2015 cresceu 80% em relação ao mesmo período do ano anterior. A maioria deles teria atravessado o Mediterrâneo em direção à Itália e à Grécia.

    O número de líbios que deixam o país por conta dos problemas internos aumentou significativamente após a OTAN liderar uma missão para destituir Muammar Khaddafi do poder. Isto provocou uma grave crise humanitária, social e política na Europa que recebeu 170 mil refugiados que partiram da Líbia somente em 2014, antes portanto do grande boom no fluxo de pessoas que atravessam o Mediterrâneo.

    Mais:

    Autoridades da Hungria tentarão conter fluxo de imigrantes na fronteira com a Sérvia
    Milhares de imigrantes chegam à Sérvia após passar pela Macedônia
    Imigrantes na fronteira entre Grécia e Macedônia
    ‘Princípios firmes’: Multiculturalistas na Dinamarca preferem bairros sem imigrantes
    60 imigrantes estão desaparecidos no Mediterrâneo
    Tags:
    imigrantes, Organização Internacional para as Migrações, ACNUR, Mar Mediterrâneo, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik