02:00 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko em Kiev

    Poroshenko nega federalização e estatuto especial de Donbass

    © Sputnik / Nikolay Lazarenko
    Mundo
    URL curta
    8214

    Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko disse que Kiev irá realizar uma reforma constitucional, mas não será realizada nenhuma federalização ou estatuto especial para os territórios de Donbass.

    "Nada da federalização, nada dos estatutos! Vamos votar a favor disso no parlamento na segunda-feira. Vamos defender a o estatuto unitário da Ucrânia unida", disse Poroshenko falando perante o seu partido "Solidariedade" (Solidarnost). 

    "Vamos realizar uma reforma constitucional. Mas ela deve proteger a Ucrânia", disse ele.

    Representantes oficiais da RPD e da RPL do grupo de contato Denis Pushilin e Vladislav Deinego exigiram de Kiev discutir a lei eleitoral e designar a nova votação no parlamento, por que as alterações à constituição não foram concordadas com os representantes das repúblicas autoproclamadas e não foram "colocadas em discussão no âmbito dos Acordos de Minsk".

    A reforma constitucional é uma das exigências básicas previstas nos Acordos de Minsk para a resolução da crise em Donbass. De acordo com o documento, aprovado pelos líderes do chamado quarteto da Normandia (Rússia, Ucrânia, França e Alemanha) e assinado pelas partes em conflito na capital da Bielorrússia em fevereiro deste ano, a Ucrânia deve adotar antes do final de 2015 uma nova Constituição que contemple a descentralização como um elemento-chave (ou seja, levando-se em conta as características específicas de determinadas áreas das regiões de Donetsk e Lugansk e coordenando a elaboração do projeto constitucional com os representantes destas regiões).

    A "aceitação de uma legislação sobre o estatuto de determinadas áreas das regiões (oblasts) de Donetsk e de Lugansk" é também uma das exigências do documento.

    Mais:

    Poroshenko revela estar debatendo com a UE nova expansão de sanções contra a Rússia
    Opinião: política de Poroshenko leva Merkel e Hollande ao desespero
    Poroshenko: Kiev levantará a questão da introdução de forças de paz em Donbass
    Berlim não acredita em alegadas tropas russas na Ucrânia
    Mídia: Kiev quer manter Ucrânia em guerra deliberadamente
    Tags:
    Acordos de Minsk, federalização, reforma constitucional, Pyotr Poroshenko, Donetsk, Donbass, RPL, RPD, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik