21:57 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Soldados do exército chinês durante o ensaio para a parada militar em Pequim

    China: Parada militar em Pequim não está orientada contra o Japão

    © REUTERS / Stringer
    Mundo
    URL curta
    8231

    O porta-voz do Ministério da Defesa da China, Yang Yujun, manifestou que a parada militar prevista para 3 de setembro em Pequim em comemoração do fim da Segunda Guerra Mundial não está orientada contra o Japão, não está virada contra o povo japonês e não está diretamente ligado com as relações sino-japonesas.

    Esta informação foi divulgada pelo jornal Diário do Povo.

    “Manifestamos muitas vezes que a parada faz parte das comemorações do 70º aniversário da Vitória na guerra popular chinesa da resistência contra os invasores japoneses e Vitória na Segunda Guerra Mundial. Ela visa lembrar a história, respeito à memória dos falecidos heróis revolucionários chineses, garantia de paz e criação do futuro. Este evento não está orientado contra qualquer país, não está orientado contra o Japão, e especialmente não pé contra o povo japonês. E também não está diretamente ligado com as relações sino-japonesas”, manifestou Yang Yujun numa coletiva de imprensa. 

    No dia 3 de setembro a China vai celebrar 70 anos desde a rendição japonesa na Segunda Guerra Mundial. O país realizará um grande desfile militar na praça central de Pequim, Tiananmen, com participação de vários tipos de armamentos, inclusive os mais modernos


    Tags:
    comemorações, vitória, parada, relações, Japão, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik