14:40 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Produção de veículos Volkswagen em Kaluga, na Rússia

    Vantagens do rublo fraco: Volkswagen e Hyundai irão exportar veículos produzidos na Rússia

    © Sputnik / Grigoriy Sisoev
    Mundo
    URL curta
    2122

    Os grandes produtores de veículos Volkswagen e Hyundai planejam tomar vantagem do rublo fraco e aumentar a produção nas suas fábricas russas para os mercados exteriores, escreve o jornal russo Izvestiya alegando representantes das duas empresas.

    Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2015
    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Nas próximas semanas a Hyundai irá começar o fornecimento do modelo Solaris produzido na Rússia para o Egito e Líbano, disse o chefe do escritório russo da companhia em 25 de agosto. 

    Até o fim de Agosto, a fábrica russa da Hyundai irá produzir um lote piloto de 550 veículos e planeja exportar cerca de quatro mil veículos para os países do Oriente Médio até o fim do ano. 

    “Nós fizemos um grande trabalho para estarmos prontos ao início das exportações dos nossos veículos ao Oriente Médio e consideramos que a obtenção de novos mercados é a nossa contribuição ao desenvolvimento dos produtos de exportação produzidos na Rússia”, disse Choi Dong El, diretor-geral da fábrica Hyundai na Rússia, situada nos arredores de São Petersburgo. A fábrica emprega mais de 2.200 pessoas e produz cerca de 200 mil veículos por ano. 

    Nesta terça-feira, Marcus Ozegovich, diretor-geral da Volkswagen Group na Rússia, disse ao Izvestiya que a sua empresa também tem planos de ampliar a produção de veículos para aumentar as exportações aos países que partilham a fronteira com a Rússia.

    Não estou falando sobre as exportações à Comunidade dos Estados Independentes (CEI) que estamos fazendo por muito tempo, tenho em mente os mercados globais”. 

    “É um desafio bastante significativo para nós que, eventualmente, nos permitirá melhorar a nossa qualidade aqui”, continua Ozegovich.

    Produção de veículos Volkswagen em Kaluga, na Rússia
    © Sputnik / Grigoriy Sisoev
    Produção de veículos Volkswagen em Kaluga, na Rússia
    Sergei Tselikov, chefe da agência de análise automobilística russa Autostat acredita nas perspectivas da Volkswagen e Hyundai:

    “A capacidade real da indústria automobilística russa faz três milhões de veículos por ano e, segundo as minhas estimativas, cerca de 1.2 milhões serão produzidos este ano. As fábricas trabalham em 50 por cento da sua capacidade e então é lógico tentar substituir a demanda em queda no nosso país pela demanda de outros mercados”, disse Tselikov, que estima o volume potencial de exportações em 150-200 mil veículos por ano. 

    O especialista em indústria automobilística Igor Morzheretto disse ao Izvestiya que as exportações da Rússia podiam até acabar no mercado da Europa Ocidental:

    “A Europa Ocidental pode ser uma das regiões que importam tais veículos, que são bastante acessíveis. Por exemplo, quando a Renault desenvolveu a sua marca romena Dacia, no início estava planejado que estes veículos seriam somente destinados aos países emergentes, mas agora é possível vê-los em todos os lugares da União Europeia”, explicou Morzheretto que indicou o Volkswagen Polo sedã, que é somente produzido na Rússia na fábrica da Volskwagen em Kaluga, como uma possível variante.

    Tags:
    rublo, economia, automobilismo, veículos, Hyundai, Volkswagen, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik