22:53 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    20173
    Nos siga no

    O Departamento de Defesa americano reviu sua estratégia de proteger a Coreia do Sul após as tensões na fronteira com a Coreia do Norte.

    Oficiais dos EUA viram a resposta de Pyongyang como uma séria ameaça e já iniciaram uma série de reuniões urgentes com seus colegas sul-coreanos, informou a CNN nesta segunda-feira.

    Imagens de satélite revelam que a Coreia do Norte ativou radares de defesa aérea, posicionou artilharia adicional perto da zona desmilitarizada e movimentou cerca de 1/3 de sua flotilha costeira, segundo relatos da imprensa local.

    A mídia sul-coreana informou, nesta segunda-feira, que Seul e Pyongyang chegaram a um acordo para reduzir a tensão na fronteira.

    Na última quinta-feira, a Coreia do Norte realizou disparos na direção de uma base militar sul-coreana por causa de mensagens supostamente de propaganda anti-norte-coreana que vinham sendo transmitidas por alto-falantes do país vizinho na direção da fronteira. Seul respondeu com dezenas de disparos de artilharia.

    Mais:

    Opinião: Coreia do Norte está apenas respondendo ameaças da Coreia do Sul
    Mídia: Coreia do Norte prepara lançamentos de mísseis
    Seul afirma que tropas da Coreia do Norte intensificaram movimentação na fronteira
    Coreia do Sul e EUA começam exercícios considerados por Pyongyang uma declaração de guerra
    Tags:
    estratégia, fronteira, tensão, Departamento de Defesa dos EUA, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar