01:18 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    14340
    Nos siga no

    China e Rússia são as forças que contribuem para a formação de um mundo multipolar, disse o ministro das Relações Exteriores do gigante asiático, Wang Yi, em artigo publicado na imprensa nos dois países.

    "A China e a Rússia sendo países vitoriosos na II Guerra Mundial, Estados fundadores da ONU e membros permanentes do Conselho de Segurança constituem forças construtivas importantes que contribuem para a formação de um mundo multipolar", disse o diplomata.

    Yi também enfatizou que a celebração conjunta do 70º aniversário da vitória na Segunda Guerra Mundial e a criação da ONU reforçam a coordenação e cooperação entre os dois estados na arena internacional.

    O ministro das Relações Exteriores também observou que a Rússia e a China firmemente defendem os propósitos e princípios da Carta das Nações Unidas, bem como as normas básicas das relações internacionais, estruturando suas relações baseados na cooperação e benefício mútuo.

    "Temos a intenção de entrar em cooperação com os países membros da União Econômica Eurasiática para aumentar cinturão econômico da Rota da Seda, formar o mecanismo transregional e multilateral para o comércio e promover a integração econômica regional para o desenvolvimento sustentável e equilibrado da economia mundial", acrescentou o chefe da diplomacia chinesa.

    Pequim hospedará em 3 de setembro um grande desfile militar para marcar o 70º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial. Para o evento foram convidados diversos líderes mundiais, entre estes, o presidente russo Vladimir Putin, cuja visita é aguardada na capital chinesa, especialmente porque Moscou vem reforçando sua cooperação com o dragão asiático em setores como energia e de defesa. Por isso, ambos países vem assinando uma série de acordos na área energética, bem como realizado diversos exercícios militares conjuntos.

    Mais:

    Presidente da Rússia aproveitará celebrações na China para fomentar parceria
    Vladimir Putin e Shinzo Abe podem se reunir na China
    China nega informações sobre visita de Shinzo Abe ao país
    Visita de Putin a Pequim "dará impulso" à parceria Rússia-China
    Tags:
    cooperação bilateral, desfile militar, relações bilaterais, União Eurasiática, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Vladimir Putin, Wang Yi, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar