15:01 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis Patriot na Turquia

    Alemanha finaliza missão Patriot na Turquia

    © AP Photo/ Rainer Jensen
    Mundo
    URL curta
    41421211

    A Alemanha concluirá a missão Patriot na Turquia em 2015. O governo alemão planeja retirar os mísseis antiaéreos e 260 soldados da zona da missão, comunica a edição Spiegel online.

    A notícia sobre a retirada da missão Patriot foi comprovada por um representante do Ministério da Defesa alemão.

    A missão Patriot da OTAN foi iniciada em 2012 e visa proteger a Turquia de um possível ataque aéreo por parte da Síria. 

    Foi informado que os radares não referenciaram nenhum sinal de possível invasão. Desde 2014 que a parte alemã tem referido a necessidade de finalizar a missão.

    Se espera que no sábado (22) o governo informe o Bundestag, o Parlamento alemão, sobre a decisão. 

    A Alemanha participou da missão com os seus parceiros da OTAN, em particular, os EUA e a Holanda. Segundo o Spiegel online, a parte holandesa já retirou os seus militares. Os EUA também planejam concluir a missão nos finais de outubro de 2015. 

    A missão tem sido criticada tanto por especialistas como por políticos por ser ineficaz. Por exemplo, o ex-chefe da esquerda no Parlamento alemão, Dietmar Bartsch disse o seguinte:

    "É absurdo (…), a instalação dos mísseis não fazia sentido desde o início".

    A missão é parte da grande campanha ocidental que visa estabelecer a paz no Oriente Médio. No entanto, todos os esforços se tornam contraproducentes e os grupos terroristas, nomeadamente o Estado Islâmico, seguem espalhando a sua influência na região.

    Mais:

    Político alemão classificou como "absurda" a implementação de mísseis na Turquia
    Tags:
    missão, mísseis, Defesa, OTAN, Turquia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik