08:51 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Guardas de fronteira da Rússia nas Ilhas Curilas

    "Aberto a todas as propostas": Rússia favorece investimentos nas Ilhas Curilas

    © Sputnik / Yuriy Somov
    Mundo
    URL curta
    1141
    Nos siga no

    O programa do governo federal russo para o desenvolvimento das Ilhas Curilas no período entre 2016 e 2025 inclui oportunidades para investidores nacionais e estrangeiros, segundo disse o vice-ministro para o Desenvolvimento do Extremo Oriente russo, Artur Niyazmetov, em entrevista à Sputnik nesta quarta-feira (12).

    Na segunda-feira (10), o governo da Rússia aprovou um programa de desenvolvimento com orçamento global de mais de 60 bilhões de rublos (cerca de 933 milhões de dólares) alocados para o arquipélago. Deste total, 9,3 bilhões de rublos (cerca de 145 milhões de dólares) serão destinados a atrair o investimento estrangeiro.

    "O ministério [para o Desenvolvimento do Extremo Oriente russo] está aberto a todas as propostas, incluindo dos investidores da região Ásia-Pacífico", disse Niyazmetov.

    O programa federal russo prevê a construção de 123 mil metros quadrados de habitação e infraestrutura social, bem como a modernização dos sistemas de transporte e a expansão das telecomunicações.

    As Curilas formam um arquipélago vulcânico de 56 ilhas que se estendem desde a Península de Kamchatka, no Extremo Oriente da Rússia, até à ilha japonesa de Hokkaido, entre o Mar de Okhotsk, a noroeste, e o Oceano Pacífico, a sudeste.

    Embora o Japão reivindique a soberania sobre as quatro ilhas mais ao sul das Curilas, às quais denomina "Territórios do Norte", todo o arquipélago permanece sob administração da Rússia, herdeira legal da URSS, desde a assinatura de tratados internacionais ao fim da Segunda Guerra Mundial. 

    Mais:

    Nelson Barbosa: Brasil não perde investimentos com reclassificação da Moody's
    Dilma busca investimentos, mas bancos estrangeiros prejudicam economia brasileira
    Banco dos BRICS agregará novas fontes de investimento para o Brasil
    Membros da Organização de Cooperação de Xangai adotam nova estratégia de desenvolvimento
    Tags:
    sanções, investimento estrangeiro, transporte, investimentos, infraestrutura, desenvolvimento, disputa territorial, arquipélago, Artur Niyazmetov, Pacífico, Mar de Okhotsk, Ásia-Pacífico, Extremo Oriente Russo, Ilhas Curilas, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar