00:41 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Rio no Colorado após vazamento de material tóxico.

    Milhões de litros de resíduos tóxicos são jogados em rios dos EUA

    © REUTERS / Contaminação química (imagem referencial) / Contaminação química (imagem referencial)
    Mundo
    URL curta
    133
    Nos siga no

    Um grande desastre ecológico atinge o Colorado nos EUA. Mais de 11 milhões de litros de resíduos tóxicos foram derramados em dois rios que cortam o estado. A responsabilidade pela tragédia foi a própria Agência de Proteção Ambiental (EPA) do país, que destruiu acidentalmente na quarta-feira (5) uma represa que impedia o vazamento do material.

    A contenção era para evitar que as substâncias usadas em uma mina de ouro abandonada chegassem ao curso das águas.  O problema deixou os rios com uma cor alaranjada. O material já se espalhou por 160 km do estado vizinho do Novo México, tendo inclusive atingido pequenos afluentes. O governador do Colorado, John Hickenlooper, classificou o fato como um desastre.

    Moradores próximos à mina de ouro afirmaram que a destruição da represa não foi reparada e que os resíduos tóxicos continuam sendo despejados nos rios. A EPA estima que a água tenha 200 vezes mais arsênico e 3.500 vezes mais chumbo do que os níveis seguros para se beber. O chefe do Departamento de Meio Ambiente do Novo México, Ryan Flynn, desconfia dos números e encomendou seus próprios testes.

    “Estamos frustrados com a EPA. Eles não nos disseram nada por 24 horas, o que é inadmissível”, afirma Flynn.

    Tags:
    mina de ouro, represa, vazamento, desastre ambiental, ecologia, meio ambiente, poluição, rio, ouro, arsênico, chumbo, EPA, Agência de Proteção Ambiental, John Hickenlooper, Ryan Flynn, Novo México, Colorado, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar