23:13 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 71
    Nos siga no

    O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, e o ministro das Relações Exteriores egípcio, Sameh Shukri, discutiram a situação no Oriente Médio, dando enfoque especial para os últimos desenvolvimentos na Síria, segundo informou a chancelaria russa nesta segunda-feira (10).

    "[Os lados] trocaram opiniões sobre a situação no Oriente Médio, com ênfase nos desenvolvimentos recentes na Síria e em torno dela. Eles sublinharam a importância de se manter esforços ativos com vistas à solução política mais rápida para a crise, incluindo a mobilização de apoio internacional para o alcance de um acordo nacional na República Árabe da Síria", destacou o Ministério russo.

    "Os ministros também discutiram várias medidas práticas no âmbito do fortalecimento da cooperação russo-egípcia em política externa", acrescentou a pasta. 

    No domingo (9), o Observatório Sírio para os Direitos Humanos divulgou novos números da guerra civil na Síria. A ONG com sede em Londres afirmou que os conflitos no país já fizeram 240 mil vítimas, sendo 71,8 mil civis, entre eles 12 mil menores de idade.

    Amanhã (11), Lavrov receberá em Moscou o chanceler da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, para discutir o problema sírio, bem como o combate ao Estado Islâmico, grupo terrorista combatido na Síria pelas tropas leais ao presidente Bashar Assad. 

    Mais:

    Egito inaugura segunda via do canal de Suez para impulsionar economia
    Vítimas dos conflitos na Síria chegam a 240 mil
    ONU aprova resolução pra investigar uso de armas químicas na Síria
    Estado Islâmico sequestra dezenas de cristãos na Síria
    EUA e aliados realizam quase 30 ataques aéreos na Síria e no Iraque em um único dia
    Tags:
    Observatório Sírio para Direitos Humanos, Ministério das Relações Exteriores, Estado Islâmico, Sameh Shukri, Adel al-Jubeir, Sergei Lavrov, Egito, Oriente Médio, Arábia Saudita, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar