06:03 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko em Donetsk

    Donetsk alerta para possível nova rodada de hostilidades no sudeste da Ucrânia

    © REUTERS/ Mikhail Palinchak/Ukrainian Presidential Press Service
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (286)
    1676112

    As autoridades da autoproclamada República Popular de Donetsk não excluem uma nova rodada de ações militares em Donbass, após Kiev ter vetado o acordo da retirada de armamentos da linha de conflito na região, declarou nesta sexta-feira o líder da república Aleksander Zakharchenko.

    "Nós estamos em constante expectativa por possíveis hostilidades, é possível que haja uma nova rodada de ações militares, nós estamos preparados para tudo que possa acontecer" – revelou Zakharchenko aos jornalistas.

    "Prestem atenção na dinâmica de Minsk. Incidente em Ilovaysk – encontros em Minsk logo em seguida, incidente em Debaltsevo – novamente encontros em Minsk. Basta a situação se estabilizar, que eles começam a pressionar. O governo da Ucrânia vivem numa outra realidade. Eles acham que são fortes, que têm um exército forte" – disse o líder da República Popular de Donetsk.

    Desde meados de abril de 2013 a Ucrânia começou a realizar uma operação militar para atacar as forças independentistas no leste da Ucrânia. Estas não reconhecem a legitimidade das novas autoridades ucranianas que chegaram ao poder após um golpe de Estado em Kiev.

    A operação militar continua apesar dos Acordos de Minsk alcançados entre as partes, que preveem a retirada de tropas, o cessar-fogo e a descentralização do poder. Segundo os últimos dados da ONU, mais de seis mil civis já foram vítimas mortais deste conflito.

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (286)

    Mais:

    Donetsk e Lugansk cumprirão acordos de Minsk mesmo sem Kiev
    Moscou está decepcionada com recusa de Kiev em dialogar com sudeste da Ucrânia
    Poroshenko descarta estatuto especial para Donbass
    Tags:
    Aleksandr Zakharchenko, Ucrânia, Donbass, Donetsk
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik