06:06 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Barack Obama

    Barack Obama encontra objeção dentro dos democratas para ratificar acordo com o Irã

    © AP Photo/ Susan Walsh
    Mundo
    URL curta
    130503

    As pretensões do presidente dos EUA, Barack Obama, de ratificar o acordo nuclear com o Irã estão indo por água abaixo. Mesmo seus pares no Partido Democratas no Congresso do país não parecem dispostos a aprovar o documento.

    O senador Chuck Schumer afirmou, a quinta-feira (6), que não votará a favor da aprovação do pacto. No mesmo dia, o deputado Eliot Engel, outro democrata influente, também se manifestou contrário ao acordo entre o Irã e o sexteto, grupo formado por Rússia, China, Alemanha, França e Reino Unido, além dos EUA.

    O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, em visita a Hanói, criticou a postura dos congressistas. Ele afirmou que se opor ao compromisso não seria uma política para o futuro. O chanceler dos EUA negociou o acordo com os representantes de Teerã.

    Barack Obama afirmou na quarta-feira (5) que só haveria uma alternativa ao pacto firmado pelo sexteto com a República Islâmica e esta seria a guerra. O presidente norte-americano vem seguidamente defendendo o compromisso na imprensa e se empenhando pessoalmente na sua aprovação pelo parlamento do país.

    O Congresso dos EUA tem até o dia 17 de setembro para votar um documento que permitirá a suspensão das sanções impostas ao Irã.

    Tags:
    votação, sanções, programa nuclear, acordo nuclear, Partido Democrata, sexteto, Congresso dos EUA, John Kerry, Eliot Engel, Chuck Schumer, Barack Obama, Reino Unido, França, Alemanha, China, Irã, Teerã, Hanói, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik