22:11 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    003
    Nos siga no

    As pretensões do presidente dos EUA, Barack Obama, de ratificar o acordo nuclear com o Irã estão indo por água abaixo. Mesmo seus pares no Partido Democratas no Congresso do país não parecem dispostos a aprovar o documento.

    O senador Chuck Schumer afirmou, a quinta-feira (6), que não votará a favor da aprovação do pacto. No mesmo dia, o deputado Eliot Engel, outro democrata influente, também se manifestou contrário ao acordo entre o Irã e o sexteto, grupo formado por Rússia, China, Alemanha, França e Reino Unido, além dos EUA.

    O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, em visita a Hanói, criticou a postura dos congressistas. Ele afirmou que se opor ao compromisso não seria uma política para o futuro. O chanceler dos EUA negociou o acordo com os representantes de Teerã.

    Barack Obama afirmou na quarta-feira (5) que só haveria uma alternativa ao pacto firmado pelo sexteto com a República Islâmica e esta seria a guerra. O presidente norte-americano vem seguidamente defendendo o compromisso na imprensa e se empenhando pessoalmente na sua aprovação pelo parlamento do país.

    O Congresso dos EUA tem até o dia 17 de setembro para votar um documento que permitirá a suspensão das sanções impostas ao Irã.

    Tags:
    Rússia, EUA, Hanói, Teerã, Irã, China, Alemanha, França, Reino Unido, Barack Obama, Chuck Schumer, Eliot Engel, John Kerry, Congresso dos EUA, sexteto, Partido Democrata, acordo nuclear, programa nuclear, sanções, votação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar