06:03 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Combatentes do Estado Islâmico (EI).

    Kremlin: Estado Islâmico é um mal comum que deve ser combatido por todos

    © AP Photo/
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    0 27431

    A Rússia e os EUA têm o entendimento de que o Estado Islâmico representa um mal comum, e tanto Moscou, quanto Washington, concordam com a necessidade de unir os esforços para combatê-lo, declarou nesta quarta-feira, 5, o chanceler russo Sergei Lavrov.

    Soldados do Estado Islâmico em parada na cidade de Raqqa, Syria
    © AP Photo/ Raqqa Media Center of the Islamic State group
    Para tanto, ele destacou que ambos os países acertaram promover um encontro entre especialistas do ministério das Relações Exteriores da Rússia e do Departamento de Estado dos EUA para discutir os termos de uma possível cooperação no combate ao EI.

    As declarações se deram após Lavrov ter se reunido com o Secretário de Estado dos EUA John Kerry no âmbito do fórum da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), na Malásia.

    "Na conversa que tivemos alguns dias atrás, no Catar, mediante participação do ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, discutimos, antes de tudo, problemas no Oriente Médio e no norte da África. Todos nós concordamos que o Estado Islâmico é uma ameaça comum, um mal comum" – disse o chanceler russo.

    "Nós estamos de acordo com a necessidade de unir esforços na luta contra este fenômeno o mais rápido e eficiente possível, mas nós ainda não temos uma abordagem comum de como exatamente fazê-lo, dadas as contradições existentes entre diversos 'atores do mundo'. Este é um tema para nossos próximos contatos. Nós acordamos que especialistas do ministério das Relações Exteriores da Rússia e do Departamento de Estado dos EUA continuarão a desenvolvê-lo. Seremos guiados pelas iniciativas de que dispomos hoje" – explicou Lavrov.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)

    Mais:

    Estado Islâmico ameaça Merkel em vídeo em alemão
    Rússia continua trabalho para garantir a paz no Oriente Médio
    Turquia combaterá Estado Islâmico no Norte da Síria
    Tags:
    cooperação militar, terrorismo, Estado Islâmico, Sergei Lavrov, John Kerry, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik