16:09 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Mercado de frutas em Rostov no Don

    Rússia prepara proposta para incluir sete países à lista de alimentos embargados

    © Sputnik/ Sergey Pivovarov
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    81950351

    O ministro russo da Agricultura afirmou, nesta terça-feira, que está trabalhando em uma proposta para banir a importação de certos tipos de alimentos de mais sete países que apoiam atualmente as sanções impostas à Rússia pela União Europeia.

    “Atualmente, estão sendo preparadas propostas pelo governo russo em relação a sete países. Um esboço de resolução já está sendo redigido”, informou a assessoria de imprensa do ministro à Sputnik.

    Anteriormente, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, já havia dito que o governo russo poderia pedir ao Presidente Vladimir Putin que estendesse a lista de países sob embargo alimentício.

    Em julho, Montenegro, Albânia, Islândia, Lichtenstein, Noruega e Ucrânia apoiaram a extensão das sanções antirrussas por parte da União Europeia até o dia 31 de janeiro de 2016.

    As sanções impostas pela UE como resultado de uma suposta participação russa no conflito ucraniano vêm trazendo prejuízo para as economias de várias nações do continente.

    Empresas de países como Noruega, Alemanha, Suíça, França e Polônia estão insatisfeitas com os resultados econômicos das medidas restritivas à Rússia. De acordo com um estudo divulgado pelo Instituto Austríaco de Pesquisas Econômicas (WIFO) em julho, a União Europeia poderia perder até US$ 114 bilhões devido às sanções contra a Rússia, se não houver alteração nas relações.

    Moscou negou em diversas ocasiões participação no conflito ucraniano, que se arrasta desde os primeiros meses de 2014.
    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)

    Mais:

    Opinião: Itália sofre com as sanções antirussas
    Putin responde a sanções com destruição de alimentos importados
    Medvedev: extensão do embargo a alimentos europeus foi uma medida pragmática
    Rússia reforça proibição de importação de alimentos da UE
    Tags:
    alimentos, guerra de sanções, embargo, sanções, Kremlin, União Europeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik