20:33 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Imigrantes seguem ao longo de linha férrea em sua tentativa de atravessar o túnel do Canal da Mancha próximo a Calais, França, 29 de julho de 2015

    Crise migratória em Calais constitui grande ameaça à indústria de transportes da Bélgica

    © REUTERS/ Pascal Rossignol
    Mundo
    URL curta
    150981

    Um representante da TLV, a associação belga de empresas de transporte, disse neste domingo (2) que a crise migratória no porto francês de Calais irá resultar em graves consequências para a indústria de transportes da Bélgica.

    Nas últimas semanas, Calais tem sido palco de repetidas tentativas de travessia para o Reino Unido por parte de milhares de imigrantes em situação irregular, o que vem causando interrupções no tráfego do túnel sob o Canal da Mancha.

    A crise em Calais está custando vários milhões de dólares a empresas de transportes belgas por conta de atrasos no fornecimento de bens e aumento das despesas para as empresas, alegou o Secretário-Geral da TLV, Lode Verkinderen.

    O representante da associação também acrescentou que há um problema relativo a proteção sanitária de bens. De acordo com Verkinderen, os imigrantes tentam entrar no túnel passando dentro de caminhões e, caso consigam entrar em caminhões transportadores de alimentos, os produtos não seriam entregues aos clientes de acordo com as normas sanitárias.

    Várias empresas de transportes da Bélgica colocaram em estado de espera o envio dos caminhões para o Reino Unido, disse Verkinderen.

    No lado francês do túnel sob o Canal da Mancha, Calais é atualmente o lar de cerca de 3.000 imigrantes de países devastados por conflitos no Norte da África, no Oriente Médio e no centro e sul da Ásia, os quais vivem em tendas perto da zona de trânsito.

    Mais:

    Imigração divide líderes da UE em reunião
    Hungria suspende regulamento de imigração da União Europeia
    Manifestantes anti-imigração rasgam bandeira da UE na Eslováquia
    República Tcheca pode processar União Europeia por cotas de imigração
    ONU está insatisfeita com medidas de combate à imigração ilegal
    Tags:
    comércio, questão humanitária, imigração, crise migratória, TLV, União Europeia, Lorde Verkinderen, Reino Unido, Bélgica, França, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik