00:49 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e União Europeia

    Mais seis países apoiam prolongamento de sanções contra Rússia

    © Sputnik/ Vladimir Sergeyev
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    51536123

    O prolongamento das sanções econômicas da União Europeia contra a Rússia foi apoiado por mais seis países - Montenegro, Albânia, Islândia, Liechtenstein, Noruega e Ucrânia. A declaração foi da chefe da diplomacia da União Europeia, Federica Mogherini, publicada no site da UE.

    "Os países candidatos a ingressar na UE, Montenegro e Albânia, os países-membros da Associação Europeia de Comércio Livre, Islândia, Liechtenstein e Noruega, membros do Espaço Econômico Europeu, bem como a Ucrânia, subscrevem a presente declaração. Eles garantem a conformidade de suas políticas nacionais com as decisões do Conselho", diz o comunicado.

    A mesma Federica Mogherini, no entanto, declarou ainda em meados de maio que "uma Rússia isolada, fraca e desestabilizada está fora dos nossos interesses”. Na ocasião, ela afirmou que a participação da Rússia na busca de soluções de crises existentes “já deu resultados sérios”.

    Anteriormente, o Conselho da UE aprovou formalmente a decisão de prorrogar as sanções econômicas contra a Rússia até 31 de janeiro de 2016.

    As relações entre a Rússia e o Ocidente deterioraram-se por conta da situação na Ucrânia. Em julho do ano passado, a UE e os Estados Unidos aplicaram sanções pontuais contra certos indivíduos e empresas da Rússia. Em seguida, foram implementadas medidas restritivas a setores inteiros da economia russa. Em resposta, a Rússia restringiu a importação de produtos alimentares de países que impuseram as sanções. Moscou tem afirmado repetidamente que não tem interferência no conflito interno ucraniano e possui interesse na resolução pacífica do confronto. 

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)

    Mais:

    Sanções à Rússia provocam perdas em toda a Europa
    Putin responde a sanções com destruição de alimentos importados
    Sputnik constata grandes prejuízos na União Europeia devido à 'guerra de sanções'
    Ministra Kátia Abreu sobre as sanções à Rússia: Eles não querem vender, mas nós queremos
    Produtores de carne suína calculam perdas causadas por sanções contra a Rússia
    Tags:
    sanções, União Europeia, Federica Mogherini, Ucrânia, União Europeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik