06:10 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Gérard Depardieu exibe seu passaporte russo

    Gerard Depardieu é proibido de entrar na Ucrânia por cinco anos

    © Sputnik/
    Mundo
    URL curta
    4862211

    O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) proibiu o ator francês Gerard Depardieu de entrar no país durante cinco anos, segundo um comunicado da agência em resposta a um questionamento enviado pela publicação ucraniana Apostrophe.

    "Em 23 de julho de 2015, foi decidido que Gerard Depardieu, um cidadão da França e da Rússia, deve ser proibido de entrar na Ucrânia por cinco anos, no interesse da segurança do nosso Estado", determina o documento.

    Anteriormente, Depardieu e outros 567 atores, músicos e produtores culturais foram colocados em uma lista de indivíduos supostamente perigosos por representarem uma “ameaça à segurança nacional” do país, na opinião do Ministério da Cultura da Ucrânia. Os nomes foram posteriormente entregues ao SBU, ao Conselho da Ucrânia para a Segurança Nacional e Defesa (SNBO) e ao Conselho Nacional de Televisão e Difusão de Rádio.

    O ministro da Cultura ucraniano, Vyacheslav Kirilenko, confirmou a possibilidade de impor sanções individuais contra personalidades culturais. "O ministério enviou uma lista de 500 pessoas compilada a pedido de ativistas para o SBU, que deve concluir se elas representam qualquer ameaça à integridade territorial da Ucrânia. Só depois disso, as sanções podem ser impostas", explicou.

    O ministro lembrou que Depardieu também figura em uma lista de 117 personalidades culturais russas que, alegadamente, representam uma ameaça à segurança nacional da Ucrânia. A relação, preparada em janeiro deste ano, foi enviada ao SNBO. 

    Nascido na França, Depardieu adotou a nacionalidade russa em 2013, após o presidente russo Vladimir Putin ter assinado uma ordem executiva concedendo-lhe o passaporte.

    Em maio deste ano, em entrevista à revista Vanity Fair, o ator disse que estava “pronto para morrer pela Rússia, porque o povo lá é forte”.

    Mais:

    WikiLeaks: EUA pressionam Hollywood a fazer propaganda anti-Rússia
    Medvedev: Rússia é a favor da integridade da Ucrânia
    Ucrânia manterá presença militar em área desmilitarizada de Donbass
    Tags:
    sanções, cidadania russa, televisão, Cinema, Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), Ministério da Cultura, Vyacheslav Kirilenko, Vladimir Putin, Gérard Depardieu, Rússia, Ucrânia, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik