08:27 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Stop

    Lei permitindo vetar atividade de ONGs na Rússia é aplicada pela primeira vez

    © flickr.com/ Kenny Louie
    Mundo
    URL curta
    8848260

    A Procuradoria Geral da Rússia reconheceu pela primeira vez a atividade de uma organização não-governamental estrangeira como indesejável em território russo. Segundo o serviço de imprensa da entidade, trata-se da ONG Fundo Nacional de Apoio à Democracia (National Endowment for Democracy).

    "O vice-procurador-geral Vladimir Malinovsky assinou o parecer reconhecendo como indesejável em território da Rússia a atividade da organização não-governamental estrangeira National Endowment for Democracy" – destacou uma nota oficial da procuradoria.

    Segundo o informe, a decisão, baseada na análise das atividades do fundo, foi remetida ao ministério da Justiça da Rússia para a consequente inclusão da organização na lista de ONGs indesejadas no país.

    A respectiva lei federal permitindo atribuir a ONGs estrangeiras ou internacionais o estatuto de “indesejáveis na Rússia”, caso a atividade das mesmas seja reconhecida como prejudicial à integridade do país, foi assinada pelo presidente russo Vladimir Putin em 23 de maio deste ano.

    Segundo os termos do documento, caso uma ONG seja classificada como “indesejável”, a mesma será proibida de abrir escritórios, divulgar materiais informativos, inclusive através da imprensa, bem como realizar projetos próprios na Rússia. Além disso, a organização terá seus ativos congelados no país.

    O descumprimento destas determinações poderá ser punido com aplicação de multas, previstas tanto para pessoas físicas, quanto jurídicas. Além disso, o responsável pela ONG que der continuidade às suas atividades apesar da proibição, poderá enfrentar condenações de até 6 anos de prisão.

    Mais:

    Opinião: Inteligência americana tenta desestabilizar governos progressistas
    ONGs: atividades de caridade ou ameaça aos interesses nacionais?
    Lavrov: apoio dos EUA a forças antigovernamentais na Rússia é inadmissível
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik