07:04 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Jihadista John

    Jihadista John foge do Estado Islâmico

    © Foto: Video screenshot
    Mundo
    URL curta
    10569563

    Um conhecido jihadista, cuja verdadeira identidade foi revelada depois que ele apareceu em uma série de vídeos de propaganda do Estado Islâmico, está foragido e teme por sua vida.

    O jihadista John, que é bem conhecido devido aos vídeos nos quais ele matou em nome dos islamistas, teria fugido no sábado do Estado Islâmico para outro grupo militante, com medo de vir a ter o mesmo fim brutal que as suas vítimas, depois que ele caiu em desgraça no EI.

    Segundo diferentes relatos, o jihadista está com medo de que a publicidade em torno dele e as revelações sobre sua verdadeira identidade o tornem um alvo para outros assassinos do Estado Islâmico. John tem medo de que eles estejam conspirando contra ele.  No ano passado, o assassino, apelidado de jihadista John devido ao seu sotaque britânico, foi mostrado a executar vários reféns sequestrados pelo EI, antes que ele foi desmascarado em fevereiro deste ano como Mohammed Emwazi, um cidadão britânico nascido no Kuwait em 1988, que chegou ao Reino Unido em 1994, com a idade de seis anos.

    Foi anunciada uma recompensa de 12 milhões de dólares pela sua cabeça ou detenção.

    Uma fonte disse à imprensa britânica que o jihadista "sabe que o Estado Islâmico irá matá-lo se eles se aperceberem de que ele já não tem qualquer utilidade para eles."

    "Por isso, é possível que ele vá acabar sofrendo o mesmo destino que suas vítimas."

    O jihadista agora juntou-se a outro grupo de militantes, menos conhecido na Síria, onde ele quer escapar e evitar a detenção pelas forças especiais norte-americanas e britânicas operando no Iraque e na Síria. No mês passado, há informações de que ele estaria na Líbia.

    Mais:

    EUA pedem ajuda da Rússia no combate ao Estado Islâmico
    Turquia volta a bombardear áreas controladas pelo Estado Islâmico na Síria
    Tags:
    jihadista, terrorismo, EI, Estado Islâmico, Oriente Médio, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik