21:21 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Predator, veículo aéreo não tripulado utilizado pelas Forças Armadas dos Estados Unidos

    Especialista militar: EUA criam armas contra drones da Rússia e China

    © flickr.com/ US Air Force
    Mundo
    URL curta
    24579329

    Os militares norte-americanos opinam que os drones (ou VANT) representam a maior ameaça face a possíveis guerras tecnológicas, escreve um analista militar dos EUA.

    O jornalista Joseph Trevithick, especialista em assuntos de defesa, escreve sobre o crescente interesse relativamente a veículos aéreos não tripulados, mais conhecidos como drones. Ele notou que, uns anos atrás, os EUA eram quase o único país que usava este tipo de aviões mas agora outros países, inclusive a Rússia e a China, não só mostram interesse como também os produzem.

    Segundo o especialista, o documento oficial de Pentágono “Estratégia Militar Nacional para 2015” dos EUA, nesta questão a Rússia e a China representam a maior ameaça. Por isso os EUA devem desenvolver tecnologias que possam proteger as tropas norte-americanas de “inimigos não tripulados”.

    Trevithick escreveu que os cientistas dos EUA já começaram o trabalho e, na base de uma arma automática com intervalo de tiro relativamente curto, estão criando algo que se tornará um contrapeso aos drones.

    Tudo isso é feito porque os especialistas e o Pentágono consideram que a segurança deve se concentrar nas ameaças de guerra tecnológica, ou, traduzindo literalmente do inglês "guerra de híbridos". Segundo o documento oficial da estratégia militar, este tipo de guerra surge a partir da interseção de forças militares convencionais, rebeldes e terroristas; e também fatores menos tradicionais, tais como a pressão econômica e campanhas de mídia.

    Lembramos que os EUA praticamente dobraram seus gastos em campanhas de propaganda e continuam aplicando a pressão econômica sobre a Rússia, o Irã, e mesmo Cuba, não obstante o restabelecimento de relações diplomáticas.

    Mais:

    Pesquisa: EUA perderam liderança mundial
    Coronel norte-americano: EUA não conseguem mais viver sem guerra
    Tags:
    tecnologia, drone, Defesa, segurança, Pentágono, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik