00:57 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Dólares norte-americanos

    FMI pode liberar ajuda para Ucrânia no dia 31, mesmo sem um acordo de Kiev com credores

    © Sputnik/ Mikhail Kutuzov
    Mundo
    URL curta
    426508

    O Fundo Monetário Internacional (FMI) deve considerar a realização do próximo desembolso para a Ucrânia em 31 de julho, apesar de questões não resolvidas nas conversas sobre a reestruturação da dívida do país, disse um porta-voz do Fundo nesta quinta-feira.

    Funcionários do FMI já deram a aprovação preliminar para uma parcela da ajuda, baseando-se na conclusão de que Kiev irá avançar nas promessas de cortes orçamentários e reformas econômicas. O fato de se marcar uma reunião do conselho do Fundo aponta que a Ucrânia muito provavelmente receberá essa próxima parcela. Além disso, sinaliza aos credores, em negociação com o governo da Ucrânia, que o FMI está confiante de que o governo ucraniano ou chegará a um acordo para obter um alívio da dívida ou avançará com uma moratória nos pagamentos nas próximas semanas. O FMI avalia que o país deve conseguir o equivalente a US$ 15 bilhões em alívio da dívida de seus credores, informou Agência Estado.

    Enquanto FMI adota um discurso conciliador com Ucrânia, o mesmo não foi visto durante as verdadeiras batalhas de nervos travadas com a Grécia. O FMI apelou diversas vezes à Ucrânia e aos seus credores para continuarem as negociações sobre a dívida ucraniana, embora a economia da Ucrânia, sacudida pelo conflito em Donbass, esteja numa situação pior do que a economia grega.

    Mais:

    Dívida da Ucrânia chegará a 95% do PIB em 2015
    FMI libera empréstimo de US$ 1,7 bilhão para a Ucrânia
    Tags:
    dívida externa, ajuda financeira, FMI, Grécia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik